Antônio Álvares Lobo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Antônio Lobo
Antônio Álvares Lobo
1°, 2º, 7º e 9º Prefeito de Campinas
Período 25 de março de 1892
até 26 de julho de 1894
Período 27 de julho de 1895
até 31 de dezembro de 1895
Antecessor(a) Junta de intendentes nomeados
Sucessor(a) Manuel de Assis Vieira Bueno
Período 1º de janeiro de 1902
até 23 de setembro de 1902
Antecessor(a) Manuel de Assis Vieira Bueno
Sucessor(a) João B. de Barros Aranha
Período 1º de janeiro de 1903
até 12 de maio de 1904
Antecessor(a) João B. de Barros Aranha
Sucessor(a) Orosimbo Maia
Dados pessoais
Nome completo Antônio Álvares Lobo
Nascimento 15 de julho de 1860
Itu, SP, Brasil
Morte 17 de abril de 1934 (73 anos)
Campinas, SP, Brasil
Progenitores Mãe: Elisa Euphrosina da Costa
Pai: Elias Álvares Lobo
Profissão Advogado

Antônio Álvares Lobo [1] (Itu, 15 de junho de 1860Campinas, 17 de abril de 1934) foi um advogado e político brasileiro, quatro vezes prefeito de Campinas.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filho do maestro Elias Álvares Lobo e Elisa Euphrosina da Costa.

Estudou na Faculdade de Direitodo Largo São Francisco de 1880 a 1884, estabelecendo escritório profissional em Campinas. Participou tanto da causa republicana, quanto da causa abolicionista. Esta última causa rendeu-lhe problemas: dentre elas ameaças de expulsão à força, impedidas na prática quando a questão foi levantada e discutida na então Assembleia Provincial de São Paulo (hoje Assembleia Legislativa de São Paulo).

Exerceu numerosas funções de intendência; dentre elas, a de higiene, quando Campinas sofreu nova epidemias de febre amarela em 1894.

Foi vereador na Câmara Municipal de Campinas por algumas legislaturas (1892 a 1894, 1902 a 1904 e 1911), sendo que nesta função chegou a governar a cidade quando foi presidente desta. Posteriormente deputado estadual por oito legislaturas consecutivas (1904 a 1906, 1907 a 1909, 1910 a 1912, 1913 a 1915, 1916 a 1918, 1919 a 1921, 1922 a 1924 e 1925 a 1927). Morreu no dia 17 de abril de 1934, no dia em que comemorava suas Bodas de Ouro com Dna. Guilhermina de Freitas Alvares Lobo.

Referências

  1. A grafia original era Antonio Alvares Lobo.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]