Antônio Abujamra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Antônio Abujamra
Abujamra em 2013
Nascimento 15 de setembro de 1932
Ourinhos, SP
Morte 28 de abril de 2015 (82 anos)
São Paulo, SP
Nacionalidade  brasileiro
Parentesco André Abujamra (filho)
Clarisse Abujamra (sobrinha)
Iara Jamra (sobrinha)
Ocupação Ator e diretor

Antônio Abujamra OMC (Ourinhos, 15 de setembro de 1932São Paulo, 28 de abril de 2015)[1] [2] foi um diretor de teatro, ator e apresentador brasileiro, sendo um dos primeiros a introduzir os métodos teatrais de Bertolt Brecht e Roger Planchon em palcos brasileiros.[3]

Era conhecido por sua irreverência, suas encenações e por seu humor ácido e crítico em relação aos tabus sociais[4] .

Biografia[editar | editar código-fonte]

Antônio Abujamra estudou filosofia e jornalismo na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS), onde iniciou sua carreira como ator, na segunda metade dos anos 1950, na peça Assim é se lhe parece, de Pirandello, no Teatro Universitário de Porto Alegre.[5]


A estreia profissional foi em 1961, ano em que dirigiu "Raízes", de Arnold Wesker, com Cacilda Becker.[6] No mesmo ano, dirigiu a peça "José de Parto à Sepultura", de Augusto Boal, no Teatro Oficina.[7]


Como diretor, foi um dos principais da antiga TV Tupi e, como ator, teve atuação destacada.

No início da década de 1980, engaja-se na recuperação do Teatro Brasileiro de Comédia (TBC), com destaque para as obras “Os Órfãos de Jânio”, de Millôr Fernandes, e “Hamletto”, de Giovanni Testori, sendo esta última dirigida por ele no TBC e em Nova York, para o Theatre for the New City.[3]

Em 1998, esteve em Monte Carlo, principado de Mônaco, ao lado de celebridades como Claudia Cardinale, Annie Girardot e Yehudi Menuhin, no júri do Festival Mundial de Televisão, como único latino-americano convidado.[8]

Era pai do também ator e músico André Abujamra. As atrizes Clarisse Abujamra e Iara Jamra são suas sobrinhas.

Antônio Abujamra foi quem levou o ator Othon Bastos para a televisão, depois do grande sucesso do ator ao interpretar Corisco no filme Deus e o diabo na terra do sol de Glauber Rocha.

Comandou o programa Provocações, da TV Cultura, no ar desde 6 de agosto de 2000, onde adotou um estilo audacioso de fazer entrevistas[9] . O programa era exibido às terças-feiras à noite, com reapresentação na madrugada de quarta para quinta-feira. O último programa foi exibido no dia 21 de abril, tendo o humorista Eduardo Sterblitch como convidado[10] .

Morte[editar | editar código-fonte]

Abujamra morreu aos 82 anos, em consequência de um infarto, ocorrido enquanto ele dormia, no dia 28 de abril de 2015, na cidade de São Paulo.[1] [11] O corpo foi velado no Teatro Sérgio Cardoso e cremado no dia seguinte, 29 de abril, no Crematório da Vila Alpina, na zona leste de São Paulo. Deixou dois filhos (Alexandre e o músico André Abujamra). Era tio do do cineasta Samir Abujamra e das atrizes Clarisse Abujamra e Iara Jamra.[3]

Por ironia do destino, no programa Provocações, Abujamra sempre perguntava ao entrevistado como gostaria de morrer, ante as repetidas respostas "em casa, dormindo", o apresentador costumava debochar do convidado.[12]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Na televisão[editar | editar código-fonte]

Como diretor
Como ator

No cinema[editar | editar código-fonte]

No teatro[editar | editar código-fonte]

Entre seus principais trabalhos em teatro encontram-se Volpone", de Ben Johnson; Hair, de Gerome Ragni e James Rado; A secreta obscenidade de cada dia, de Manuel Antonio de la Parra; Retrato de Gertrude Stein quando homem, texto seu sobre a vida e obra da autora, e O inferno são os outros, de Sartre.

Honras[editar | editar código-fonte]

Order of Cultural Merit - Commander (Brazil) - ribbon bar.png - Comendador na Ordem do Mérito Cultural[15]

Premiações[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Débora Laís; Marco Tucci (28 de abril de 2015). Morre, aos 82 anos, o artista Antônio Abujamra Diário de S. Paulo. Visitado em 29 de abril de 2015.
  2. 'Antônio Abujamra teve um infarto', diz amigo da família. Por Luisa Girão.
  3. a b c Ator e diretor Antônio Abujamra morre em São Paulo. Globo.com, 28 de abril de 2015.
  4. diariosp.com.br/ Morre, aos 82 anos, o artista Antônio Abujamra
  5. Morre o ator e diretor Antônio Abujamra. Mais Teatro, 28 de abril de 2015.
  6. Bocchini, Bruno (28 de abril de 2015). Corpo de Abujamra será velado a partir das 23h em São Paulo EBC. Visitado em 4 de maio de 2015.
  7. Morre dramaturgo Fauzi Arap, aos 75 anos Zero Hora (5 de dezembro de 2013). Visitado em 4 de maio de 2015. "A fonte afirma que Antônio Abujamra dirigiu a peça em 1961"
  8. agenciabrasil.ebc.com.br/ Morre em São Paulo o ator e diretor Antônio Abujamra
  9. entretenimento.r7.com/ Morre Antônio Abujamra aos 82 anos
  10. diversao.terra.com.br/ Aos 82 anos, Antônio Abujamra é encontrado morto em SP
  11. Aos 82 anos, morre o diretor, ator e apresentador Antônio Abujamra Zero Hora (28 de abril de 2015). Visitado em 29 de abril de 2015.
  12. rollingstone.uol.com.br/ Morre o ator e apresentador Antônio Abujamra, aos 82 anos, em São Paulo
  13. SBT divulga elenco completo de "Corações Feridos" NaTelinha (1 de setembro de 2010). Visitado em 8 de dezembro de 2010.
  14. Brichos 2 encara seu grande desafio Jornal Gazeta do Povo (ed. de janeiro de 2013)
  15. http://www.cultura.gov.br/ordem-do-merito-cultural-2013
  16. a b c d e f tvcultura.cmais.com.br/ Antonio Abujamra completa 80 anos

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Antônio Abujamra