Antônio Augusto Dias Duarte

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Antônio Augusto Dias Duarte
Bispo da Igreja Católica
Bispo-Auxiliar da Arquidiocese do Rio de Janeiro

Título

Bispo Titular de Tuscamia
Hierarquia
Papa Francisco
Arcebispo metropolita Dom Orani João Cardeal Tempesta, O.Cist.
Atividade Eclesiástica
Prelazia Opus Dei
Diocese Arquidiocese do Rio de Janeiro
Nomeação 12 de janeiro de 2005
Mandato 2016 -
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 15 de agosto de 1978
Barbastro
Nomeação episcopal 12 de janeiro de 2005
Ordenação episcopal 12 de março de 2005
por Dom Eusébio Oscar Cardeal Scheid, SCJ
Lema episcopal OMNIA IN BONUM
Tudo para o Bem
Brasão episcopal
BishopCoA PioM.svg
Dados pessoais
Nascimento Santo André,  São Paulo
7 de novembro de 1948 (68 anos)
Nacionalidade brasileiro
dados em catholic-hierarchy.org
Bispos
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Dom Antônio Augusto Dias Duarte (Santo André, 7 de novembro de 1948), é um médico e bispo católico brasileiro e auxiliar na Arquidiocese do Rio de Janeiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filho de Roberto Dias Duarte e Irma Ada Capisani Duarte. Fez seus estudos de Filosofia no Studium Generale da Prelazia do Opus Dei e Teologia no Colégio Romano de Santa Cruz, de 1970 a 1977. Sua ordenação presbiteral ocorreu em 15 de agosto de 1978, em Barbastro, Espanha. Posteriormente fez o doutorado em Teologia Moral na Universidade de Navarra, na Espanha.

De 1970 a 1975 cursou a faculdade de Medicina na Universidade de São Paulo, especializando em Pediatria. Em 1979 foi assistente do Centro de Estudos de Extensão Universitária em São Paulo; de 1980 a 1986 foi capelão do Centro Cultural Lagoa no Rio de Janeiro; foi capelão do Centro Cultural Feminino Itaporã no Rio de Janeiro, entre os anos de 1979 a 1994; desde 1986 até 1998 foi professor de moral sexual e moral médica no Instituto Superior de Teologia da Arquidiocese do Rio de Janeiro; também foi professor de Antropologia Filosófica e Bioética Clínica no curso de pós-graduação de Bioética na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e de 1990 a 2004 foi vigário-secretário da delegação da Opus Dei no Rio de Janeiro.

Eleito bispo em 12 de janeiro de 2005 pelo Papa João Paulo II com a sede titular de Tuscamia e auxiliar da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro[1]; recebeu a ordenação episcopal no dia 12 de março de 2005, das mãos do Cardeal Dom Eusébio Oscar Scheid, sendo concelebrante o Cardeal Dom Eugênio de Araújo Sales e Dom Alano Maria Pena.

Na Arquidiocese do Rio de Janeiro, Dom Antônio é responsável pelas Pastorais Familiar, da Saúde e da Juventude; pelos movimentos leigos e atua como animador do Vicariato Episcopal Sul. Responsável pela Associação dos Médicos Católicos, pela União dos Juristas Católicos e pela Pastoral Universitária do Regional Leste I. De 2007 a 2011 foi membro da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família da CNBB e responsável pelo setor Vida do Departamento de Família e Vida do CELAM.

Aos 25 de junho de 2011 teve seu nome divulgado como membro reeleito da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família da CNBB[2].

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. DI AUSILIARI DI SÃO SEBASTIÃO DO RIO DE JANEIRO (BRASILE), Rinunce e Nomine, 12.01.2005
  2. [1], Divulgados os nomes dos eleitos para as Comissões Episcopais Pastorais da CNBB, 25.06.2011
Ícone de esboço Este artigo sobre Episcopado (bispos, arcebispos, cardeais) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.