Antônio Augusto de Barros e Vasconcelos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Antônio Augusto de Barros e Vasconcelos, primeiro e único barão de Penalva (Pará, 13 de dezembro de 1831Paris, 13 de junho de 1910) foi um político e militar brasileiro.

Filho de Antônio de Barros e Vasconcelos e Isabel Müller de Barros e Vasconcelos, casou-se com Rosa Maria Pinto de Magalhães. Funcionário público, foi diretor dos Correios no Maranhão e inspetor da tesouraria no Amazonas. Alistou-se como voluntário da Pátria na Guerra do Paraguai, onde foi ferido duas vezes.

Foi eleito várias vezes deputado provincial no Maranhão, também deputado geral nas 15ª e 16ª legislaturas, de 1872 a 1878. Agraciado barão em 8 de junho de 1870, era dignitário da Imperial Ordem da Rosa.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.