Antônio Farias

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Antônio Arruda de Farias
Dados pessoais
Nascimento 28 de novembro de 1932
Surubim, (PE), Brasil
Morte 13 de abril de 1988 (55 anos)
Partido UDN (1954-1965)
ARENA (1966-1979)
PDS (1980-1985)
PMB (1985-1988)
Profissão economista e industrial

Antônio Arruda de Farias (Surubim, 28 de novembro de 193213 de abril de 1988) foi um político e economista brasileiro.[1]

Foi prefeito de Recife, deputado estadual e deputado federal. Na vida privada, chegou a gerir uma usina de beneficiamento de algodão pertencente a seu pai, Severino Farias, em Surubim. Já na década de 1960 adquiriu, com outros sócios, a Usina Pedroza em Cortês, mata sul de Pernambuco. Tornou-se sócio majoritário na empresa e na década de 1970 iniciou o projeto de implantação da Destilaria Baia Formosa nos tabuleiros de Baia Formosa, no estado do Rio Grande do Norte.

Na eleição de 1986 elegeu-se senador constituinte por Pernambuco. Veio a falecer no exercício do mandato quando integrava à época a comissão de sistematização da Assembleia Nacional Constituinte. Foi filiado a UDN, ARENA, PDS e PMB.[2]

O Terminal Rodoviário de Recife foi batizado em sua homenagem.

Mandatos eletivos[editar | editar código-fonte]

- Vereador do Recife (1955 a 1959)

- Deputado estadual (1963 a 1971)

- Prefeito do Recife (1975 a 1979)

- Deputado federal (1983 a 1987)

- Senador (1987 a 1988)

Referências

  1. Brasil, CPDOC-Centro de Pesquisa e Documentação História Contemporânea do. «ANTONIO DE ARRUDA DE FARIAS». CPDOC - Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil. Consultado em 29 de março de 2021 
  2. «Coluna Pinga-Fogo: Um homem de palavra». Alepe. 18 de abril de 2008. Arquivado do original em 26 de fevereiro de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]