Antônio Ferreira Viçoso

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Antônio Vicente Ferreira Viçoso, C.M.
Bispo da Igreja Católica
Bispo de Mariana

Título

Conde de Conceição
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 7 de março de 1818
Ordenação episcopal 5 de maio de 1844
Lema episcopal Fides, spes et caritas
Fé, esperança e caridade
Brasão episcopal
Brasao Dom Antonio Ferreira Vicoso.jpg
Dados pessoais
Nascimento Portugal Peniche
13 de maio de 1787
Morte Brasil Mariana
7 de julho de 1875 (88 anos)
dados em catholic-hierarchy.org
Bispos
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Antônio Vicente Ferreira Viçoso C.M., primeiro e único conde de Conceição (Peniche, 13 de maio de 17877 de julho de 1875), foi um religioso lazarista, sétimo bispo da diocese de Mariana e escritor, tendo sido autor de diversas obras de caráter religioso, dentre as quais O romano.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filho de Jacinto Ferreira Viçoso, conhecido como O Manso, e de Maria Gertrudes; neto paterno de Francisco Ferreira Viçoso e de Joana Maria e, materno, de Luís dos Remédios e de Joana Francisca. Ingressou no noviciado da Congregação da Missão, em Lisboa, no dia 25 de julho de 1811, onde foi ordenado padre no dia 7 de março de 1818, aos trinta anos.

Ensinou filosofia no seminário de Évora. Vindo de Portugal para fundar missões na província de Mato Grosso, juntamente com o padre Leandro Rebelo Peixoto e Castro, com quem fundou a primeira província lazarista brasileira, acabou por se tornar diretor do colégio do Caraça, em Minas Gerais, e mais tarde do de Jacuecanga, no Rio de Janeiro e do de Campo Belo.

Antônio Ferreira Viçoso foi indicado, no regime do padroado, por Dom Pedro II para ser bispo de Mariana no dia 12 de janeiro de 1844, aos 57 anos. Foi ordenado bispo no dia 5 de maio de 1844, pelas mãos de Dom Manuel do Monte Rodrigues de Araújo, Dom Pedro de Santa Mariana e Sousa, OCD e de Dom José Afonso de Morais Torres.

O Servo de Deus Dom Antônio pertencia ao grupo dos bispos ultramontanos, ou reformadores[1], assim como dom Romualdo de Seixas, da Bahia, dom Antônio Joaquim de Melo, de São Paulo, dom Antônio de Macedo Costa, do Pará, e dom Vital de Oliveira, de Pernambuco.

Reformou o Seminário de Mariana, fundado em 1750, aplicando as normas do Concílio de Trento para a formação do clero. Confiou sua direção aos seus confrades da Congregação da Missão.

Durante seu governo, circulou o periódico Selecta Catholica (18461847), publicado por um grupo de religiosos ligados a Dom Antônio.

D. Pedro II conferiu-lhe no dia 7 de março de 1868 o título de conde de Conceição. Conselheiro imperial, recebeu ainda a comenda da Imperial Ordem de Cristo e o grau de oficial da Imperial Ordem da Rosa.

No Brasil, entre outros, criou a Paróquia São Sebastião de São Gotardo (MG), no dia 19 de julho de 1872, com o registro de fundação na Lei Provincial n° 1905.

Seu principal biógrafo é Dom Silvério Gomes Pimenta, seu afilhado.

Faleceu no dia 5 de agosto de 1875. Em 1985, realizou-se o processo ordinário diocesano para a causa de sua beatificação e canonização. Em 1986, foi-lhe atribuído o título de Servo de Deus.

Lema[editar | editar código-fonte]

Fides, spes et caritas. (Fé, esperança e caridade)

Ordenações episcopais[editar | editar código-fonte]

Dom Antônio Ferreira Viçoso foi o principal celebrante da ordenação episcopal de:

Sucessão[editar | editar código-fonte]

Dom Antônio foi o sétimo bispo de Mariana, sucedeu a José da Santíssima Trindade Leite, OFM, e teve como sucessor dom Antônio Maria Correia de Sá e Benevides.

Homenagens[editar | editar código-fonte]

Dois municípios de Minas Gerais recebem dele o topônimo: Dom Viçoso e Viçosa.

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • CALADO, Mariano. D. António Ferreira Viçoso, Bispo de Mariana. Gráfica Ideal de Cacilhas (Portugal), 1987.
  • CAMELLO, Maurílio. Dom Antônio Ferreira Viçoso e a reforma do Clero em Minas Gerais, no século XIX. São Paulo, Universidade de São Paulo, 1986.
  • GARDEL, Luis D. Les Armoiries Ecclésiastiques du Brésil (1551-1962). Rio de Janeiro, 1963.
  • MELO, Amarildo José de. A influência do jansenismo na formação do ethos católico mineiro. Uma reflexão a partir da ação pastoral de Dom Antônio Ferreira Viçoso. Orientador: Prof. Dr. José Roque Junges, SJ. Belo Horizonte: Centro de Estudos Superiores da Companhia de Jesus, 2000 – Dissertação de Mestrado.
  • PIMENTA , Silvério Gomes. Vida de D. Antônio Ferreira Viçoso, bispo de Mariana e conde da Conceição. 2ª. Ed. 1892. (3a. ed. Mariana, Tipografia Arquiepiscopal, 1920).
  • SILVA NETO, Belchior J, da. Dom Viçoso, Apóstolo de Minas. Belo Horizonte, Imprensa Oficial do Estado de Minas Gerais, 1965.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
José da Santíssima Trindade, O.F.M.
BishopCoA PioM.svg
Bispo de Mariana

18971906
Sucedido por
Antônio Maria Correia de Sá e Benevides