Antônio Flávio Pierucci

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Antônio Flávio Pierucci
Nascimento 1945
Altinópolis, São Paulo, Brasil
Morte 8 de junho de 2012 (67 anos)
São Paulo, Brasil
Residência Brasil
Nacionalidade brasileiro
Alma mater Pontifícia Universidade Gregoriana
Orientador(es) Reginaldo Prandi
Instituições Universidade de São Paulo
Campo(s) Sociologia, Teologia e Filosofia
Tese Democracia, Igreja e voto: o envolvimento eleitoral do clero paroquial de São Paulo nas eleições de 1982 (1985)

Antônio Flávio Pierucci (Altinópolis, c. 1945São Paulo, 8 de junho de 2012) foi um sociólogo brasileiro, tendo atuado no campo da sociologia da religião a partir do referencial weberiano.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascido em Altinópolis, no interior de São Paulo, em 1945, ele ingressou no Seminário da Arquidiocese de São Paulo aos 11 anos de idade, onde se formou em Filosofia em 1964. Ingressou na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) em 1965, onde se graduou em Teologia, depois de abandonar a carreira eclesiástica e a Igreja Católica, encerrando um doutorado em teologia dogmática na Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma.[1]

Depois de se especializar em teologia, pela Pontifícia Universidade Gregoriana (1970), graduou-se em filosofia (1973) e obteve os títulos de Mestre em Ciências Sociais (1977, com Igreja Católica e reprodução humana no Brasil), pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP); Doutor em Sociologia (1985, com Democracia, Igreja e Voto: o envolvimento do clero católico nas eleições de 1982) pela Universidade de São Paulo e livre-docente (2001, com Desencantamento do mundo: os passos do conceito em Max Weber) também pela USP, onde foi professor titular e chefe do Departamento de Sociologia até o seu falecimento.[1]

De 1971 a 1987, atuou como pesquisador do Cebrap.[1] Entre 1978 e 1985, foi professor do Departamento de Sociologia da PUC-SP. Entre 1992 e 1996, foi Secretário Executivo da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais (ANPOCS), e, de 2001 a 2012, foi Secretário Geral da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC).[1]

Morte[editar | editar código-fonte]

Antônio morreu em 8 de junho de 2012, em São Paulo, aos 67 anos, vítima de um infarto fulminante.[2]

Trabalhos publicados[editar | editar código-fonte]

Autor de numerosos artigos publicados em jornais e revistas, bem como em periódicos especializados e coletâneas, é também autor dos seguintes livros:

Referências

  1. a b c d João Miguel Teixeira Godoy e Fernando César Butignol (ed.). «ANTÔNIO FLÁVIO PIERUCCI: TRAJETÓRIA E CONTRIBUIÇÕES». Revista de Teologia e Ciências da Religião da UNICAMP. Consultado em 9 de novembro de 2018. 
  2. Folha de São Paulo (ed.). «Morre, aos 67 anos, o sociólogo paulista Flávio Pierucci». Folha Ilustrada. Consultado em 9 de novembro de 2018. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]