Antônio de Guadalupe

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2016). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Dom Frei Antônio de Guadalupe, O.F.M. (Amarante, Portugal, 27 de setembro de 1672Lisboa, 31 de agosto de 1740) foi um sacerdote franciscano, bispo do Rio de Janeiro de 1725 a 1740 e bispo de Viseu em 1740.

Doutorou-se em direito canónico na Universidade de Coimbra e foi juiz em Trancoso.

Confirmado por bula do Papa Bento XIII de 21 de fevereiro de 1725, foi sagrado na Sé de Lisboa pelo Patriarca D. Tomás de Almeida em 13 de maio seguinte.

Chegou ao Rio de Janeiro em 2 de agosto do mesmo ano, e por seu procurador o Deão da Sé, Gaspar Gonçalves de Araújo, tomou posse no mesmo dia no Bispado; e dois dias depois, em 4 de agosto de 1725, fez sua entrada solene na Catedral do Rio de Janeiro.

Foi o fundador do Seminário São José e dos Órfãos de São Pedro. Fundou também o Arraial da Igreja Nova de Nossa Senhora da Piedade que deu origem mais tarde à Vila e cidade de Barbacena na capitania das Minas Gerais, no Brasil.

Transferido para a Diocese de Viseu, em Portugal, por nomeação régia de 12 de fevereiro de 1740, partiu do Rio de Janeiro em 25 de maio seguinte; contudo, a sua morte, em agosto do mesmo ano, impediu-o de tomar conta do novo cargo.


Precedido por
Francisco de São Jerônimo
Brasão episcopal
Bispo do Rio de Janeiro

1723 — 1740
Sucedido por
João da Cruz Salgado de Castilho
Precedido por
Jerónimo Soares
Brasão episcopal
Bispo de Viseu

1740
Sucedido por
Júlio Francisco de Oliveira