Anthony Downs

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Anthony Downs
Nascimento 21 de novembro de 1930 (90 anos)
Evanston
Nacionalidade norte-americano
Cidadania Estados Unidos
Alma mater
Ocupação economista
Empregador Universidade de Chicago, RAND Corporation, Instituição Brookings
Obras destacadas An Economic Theory of Democracy

Anthony Downs (21 de novembro de 1930) é um economista estadunidense especializado em política pública e administração pública. Desde 1977, ele é membro sênior do Brookings Institution, think tank sediado em Washington, D.C.[1] Em "Uma Teoria Econômica da Democracia" (1957), um trabalho inicial na teoria da escolha racional, Downs postulou o paradoxo da votação, segundo o qual elementos significativos da vida política podem ser explicados em termos do interesse próprio do eleitor. Downs mostrou que nas democracias a distribuição agregada de opinião política forma uma curva em forma de sino, com a maioria dos eleitores possuindo opiniões moderadas; ele argumentou que esse fato obriga os partidos políticos nas democracias a adotar posições centristas.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas

Este artigo incorporou em sua criação trechos baseados na tradução do artigo «Anthony Downs» na Wikipédia em inglês (acessado nesta versão).

Referências

  1. Wigfall, Patricia Moss; Kalantari, Behrooz, eds. (2001). Biographical Dictionary of Public Administration. Westport, CT, EUA: Greenwood Publishing Group. pp. 25–27. ISBN 978-0313302039 
Ícone de esboço Este artigo sobre economia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.