Anthony Ervin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Anthony Ervin
Swimming pictogram.svg Natação Swimming pictogram.svg
Nome completo Anthony Lee Ervin
Estilo 50m, 100m e 4x100m livres e 4x100m medley)
Nascimento 26 de maio de 1981 (37 anos)
Burbank, Califórnia
Nacionalidade  Estados Unidos
Compleição Peso: 75 kg Altura: 1,91m
Medalhas
Jogos Olímpicos
Ouro Sydney 2000 50 metros livres
Prata Sydney 2000 4x100 metros livres
Ouro Rio 2016 50 metros livres
Ouro Rio 2016 4x100 metros livres
Campeonatos Mundiais
Ouro Fukuoka 2001 50 metros livres
Ouro Fukuoka 2001 100 metros livres
Prata Barcelona 2013 4x100 metros livres

Anthony Lee Ervin (Burbank, 26 de maio de 1981) é um nadador dos Estados Unidos, bicampeão olímpico dos 50 metros livre em Sydney 2000 e no Rio 2016.

Também é campeão olímpico na modalidade 4x100 metros livres no jogos do Rio 2016.

Participou de 3 olimpíadas, conquistando ao todo 5 medalhas olímpicas, sendo 4 de ouro.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Na Olimpíadas de Sydney em 2000, ele se tornou o primeiro nadador afro-americano a fazer parte da equipe de natação olímpica dos EUA.

Conquistou a medalha de ouro nos 50 metros livres com apenas 19 anos, empatado com seu compatriota Gary Hall Jr. com o tempo de 21,80 segundos. Ele também obteve a medalha de prata do revezamento masculino 4x100 metros livres.

Ervin nadou para a Universidade da Califórnia, em Berkeley, onde ganhou várias provas individuais e de revezamento, na NCAA. Antes de Berkeley, Ervin nadou para Canyons Aquatic Club e William S. Hart High School em Santa Mônica, Califórnia.

Ervin parou de nadar competitivamente quando tinha apenas a idade de 22 anos em 2003 [2] se aposentando das piscinas.

Em maio de 2005, Ervin vendeu a sua medalha de ouro no Ebay por 17.100 dólares, doando o dinheiro à UNICEF para ajudar as vítimas do tsunami.

Ervin passou 8 anos aposentado, tendo que lidar com problemas por conta de uma severa depressão. Recuperado, ele começou a treinar novamente em 2011, deixando a aposentadoria para participar da olimpíada de Londres 2012 .

Ervin se classificou para a final dos 50 metros livre, terminando a prova na 5° colocação com o tempo de 21.78 segundos.

Em 12 de agosto de 2016, Ervin se tornou campeão olímpico na prova dos 50 metros nado livre masculino na olimpíada do Rio 2016, sagrando-se assim, bicampeão da modalidade. Ervin fez a prova com um tempo de 21,40, sendo assim ainda mais rápido do que os 21,80 da conquista do ouro em Sydney 2000, mesmo 16 anos mais velho. Outro título conquistado foi a de atleta mais velho a ganhar uma medalha de ouro olímpica individual na natação, aos 35 anos, superando o recorde de Michael Phelps, maior nadador de todos os tempos, no qual detinha o recorde de 31 anos, também conquistado na Rio 2016.

Ainda na Rio 2016, ganhou mais uma medalha de ouro ao lado da equipe americana no revezamento masculino 4x100 metros livres, tornando ainda mais notável sua carreira; tendo no currículo 5 medalhas em olimpíadas sendo 4 ouros olímpicos.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) nadador(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.