Antiestadismo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O antiestadismo ou antiestatismo se opõe à intervenção do estado em assuntos pessoais, sociais ou econômicos.[1] Por antiestadismo se entende qualquer ideologia contrária ao plano estatal como o anarquismo ou aqueles que defendam e redução e limitação do estado a um mínimo como é o caso do liberalismo econômico.

Referências

  1. Gallaher, Carolyn. "Anti-statism. Definition: Opposition from Above and Below" em Gallaher, et al. Key Concepts in Political Geography, London: Sage Press, 2009. p. 260


Ícone de esboço Este artigo sobre política ou um cientista político é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

{{Navbox |name = Anarquismo2 |titlestyle = background: #ffffff;

|image =

Black flag waving.svg

|state = collapsed |title = Anarquismo |below = Anarquismo
Portal da Anarquia
|belowstyle = background: #ffffff; |groupstyle = background: white; |liststyle = padding-left:0.5em; padding-right:0.5em;

|group1 = Correntes |list1 = Anarquismo insurrecionárioAnarquismo social

|group2 = História |list2 = Ato de Exclusão AnarquistaBatalha de GênovaBatalha de SeattleBiênio VermelhoCaso de Sacco e VanzettiCatalunha AnarquistaComuna de ParisCongresso de Amasterdã de 1907Escola ModernaGreve Geral de 1917Incidente AmakasuIncidente KōtokuInsurreição anarquista de 1918Exército Insurgente MakhnovistaInternacional de Saint-ImierInternacional NegraJornadas de Maio de 1937Levante ZapatistaMaio de 1968Patagônia rebeldePrimeira InternacionalProvosRebelião em OaxacaRebelião da Baixa CalifórniaRevoada dos galinhas-verdesRevolta de HaymarketRevolta de KronstadtRevolução EspanholaRevolução MexicanaRevolução UcranianaSemana Trágica de 1909Semana Trágica de 1919

|group3 = Princípios |list3 = Crítica da dominação: exploração capitalista e pré-capitalista, Estado, religião, educação e mídia, dominação de classe, imperialismo, dominações de gênero e de raçaDefesa da autogestão: socialização da propriedade, autogoverno democrático, cultura autogestionáriaEstratégia: sujeitos revolucionários, estratégias de luta, revolução social e violência

|group4 = Estratégias de luta |list4 = Antiorganizacionais: grupo de afinidade, insurgência, propaganda pelo atoOrganizacionais: anarcossindicalismo, municipalismo, organização específica anarquista, sindicalismo revolucionárioTransversais: cultura autogestionária

|group5 = Economia |list5 = ColetivismoComunismoMutualismo

|group6 = Debates |list6 = Antiorganizacionismo e organizacionismoLimites e possibilidades da culturaMercado autogestionário ou planificação democráticaOrganização específica anarquistaPolítica no local de moradia ou de trabalhoReformas e lutas de curto prazoUtilização da violência

|group7 = Por região |list7 = ÁfricaArgentinaÁustriaBrasilCanadáChinaCoreiaCubaEspanhaEstados UnidosFrançaGréciaÍndiaInglaterraIrlandaIsraelItáliaJapãoMéxicoPolôniaPortugalRússiaSomáliaSuéciaTurquiaUcrâniaVietnã

|group8 = Tópicos |list8 = AmbientalismoArtesCapitalismoDireitos animaisEducaçãoFeminismoIndividualismoMarxismoNacionalismoQuestões étnicasReligiãoSindicalismoViolência

|group9 = Listas |list9 = BiografiasAnarquistas brasileirosAnarquistas portuguesesAnarquistas em prisõesLivrosComunidadesDocumentáriosFilmes de ficçãoMúsicosOrganizaçõesPeriódicos

|group10 = Relacionados |list10 = AnticapitalismoAntiestadismoAntimilitarismoAutonomismoPós-anarquismoSindicalismoSocialismo libertário