Antoine Arnauld

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Antônio Arnaldo

Antônio Arnaldo (Paris, 5 de fevereiro de 1612Bruxelas, 8 de agosto de 1694), cognominado O Magno Arnaldo para distinguí-lo de seu pai, foi um padre, teólogo, filósofo, matemático e lógico francês, uma das principais figuras do jansenismo e um opositor dos jesuítas no século XVII.

Tendo sido uma figura de proa de Porto Real, foi autor em co-autoria com Pedro Nicoleta Lógica de Porto Real - A lógica ou a arte de pensar, 1662. Foi o primeiro a levantar a polémica do Círculo Cartesiano, com suas objecções às "Meditações de Descartes". Muito mais tarde envolveu-se em polémica com Malebranche a qual faz parte de seu "Tratado das ideias verídicas e falsas", 1683. Em 1686 iniciou correspondência com Leibniz, ao qual se submeteu a uma crítica acerca do Discurso sobre Metafísica. [1]

Referências

  1. Dicionário de Filosofia coordenado por Thomas Mautner. Edições 70, 2010

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Antoine Arnauld