Anton Zeilinger

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Anton Zeilinger Medalha Nobel
Nascimento 20 de maio de 1945 (77 anos)
Ried im Innkreis
Nacionalidade austríaco
Cidadania Áustria
Alma mater
Ocupação físico, físico quântico, professor(a) universitário(a), escritor de não ficção, investigador(a)
Prêmios Cientista do Ano (1996), Prêmio de Ciências Naturais da Cidade de Viena (2000), Prêmio Memorial Klopsteg (2004), Medalha Isaac Newton (2008), Prêmio Wolf de Física (2010), Medalha Dirac (2008), Prêmio Willis E. Lamb (2016), Prêmio John Stewart Bell (2017),
Nobel de Física (2022)
Empregador Instituto de Tecnologia de Massachusetts, Universidade de Viena, Universidade de Innsbruck, Academia Austríaca de Ciências, Universidade Humboldt de Berlim, Universidade Técnica de Munique, Collège de France, Universidade Técnica de Viena
Orientador(es) Helmut Rauch
Orientado(s) Pan Jianwei, Thomas Jennewein
Instituições Universidade de Viena, Universidade Técnica de Munique, Universidade Técnica de Viena, Instituto de Tecnologia de Massachusetts, Instituto de Ciência e Tecnologia da Áustria
Campo(s) física

Anton Zeilinger (Ried im Innkreis, 20 de maio de 1945) é um físico quântico austríaco. É atualmente professor de física na Universidade de Viena, e foi previamente professor na Universidade de Innsbruck. É diretor no ramo de Viena do Instituto de Óptica Quântica e Informação Quântica (IQOQI) da Academia de Ciências da Áustria. É pioneiro no novo campo da Informação Quântica e reconhecido por suas conquistas no teletransporte quântico de fótons.[1]

Foi laureado com o Nobel de Física de 2022, juntamente com Alain Aspect e John Clauser, "pelos experimentos com fótons emaranhados, estabelecendo a violação das desigualdades de Bell e sendo pioneiros na ciência da informação quântica".[2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Anton Zeilinger nasceu em 1945 em Ried im Innkreis, Alta Áustria, Áustria. Ele estudou física e matemática na Universidade de Viena de 1963 a 1971. Recebeu o título de PhD pela Universidade de Viena em 1971, com uma tese sobre "Medidas de despolarização de neutrões em um cristal Dy-single" sob a orientação de Helmut Rauch. Ele se qualificou como professor universitário (habilitação) na Universidade Técnica de Viena em 1979.[3][4]

Zeilinger ocupou cargos na TU Wien e na Universidade de Innsbruck. Ele ocupou cargos de visita no Instituto de Tecnologia de Massachusetts, na Universidade Humboldt em Berlim, no Merton College, Oxford e no Collège de France (Chaire Internationale) em Paris. Anton Zeilinger é atualmente professor emérito de física na Universidade de Viena e cientista senior no Instituto de Óptica Quântica e Informação Quântica da Academia Austríaca de Ciências. Ele foi presidente da Academia Austríaca de Ciências de 2013 até 2022.[5] Desde 2006, Zeilinger é o vice-presidente do conselho de administração do Instituto de Ciência e Tecnologia da Áustria, um projeto ambicioso iniciado pela proposta de Zeilinger. Em 2009, ele fundou a Academia Internacional Traunkirchen,[6] que se dedica ao apoio de estudantes talentosos em ciência e tecnologia. Ele é fã do The Hitchhiker's Guide to the Galaxy de Douglas Adams, chegando ao ponto de nomear seu veleiro "42".[7]

Zeilinger recebeu o Prêmio Wolf de Física em 2010, juntamente com Alain Aspect e John Clauser. Os três também receberam conjuntamente o Prêmio Nobel de Física em 2022. Zeilinger também recebeu a inaugural Medalha Isaac Newton do Instituto de Física, em 2007, e o Prémio Internacional Rei Faisal, em 2005.[2]

Referências

  1. Leite Vieira, Cásio. «Há 50 anos, o físico norte-irlandês John Bell (1928-90) chegou a um resultado que demonstra a natureza "fantasmagórica" da realidade no mundo atômico e subatômico.». Folha de S. Paulo. Consultado em 1 de dezembro de 2014 
  2. a b «The Nobel Prize in Physics 2022». NobelPrize.org (em inglês). Consultado em 4 de outubro de 2022 
  3. «Curriculum Vitae Anton Zeilinger» (PDF). Academia Austríaca de Ciências. 30 de setembro de 2022. Consultado em 4 de outubro de 2022. Cópia arquivada (PDF) em 30 de agosto de 2022 
  4. «Neutron depolarization measurements on a Dy-single crystal» (PDF). Academia Austríaca de Ciências. 1972. Consultado em 4 de outubro de 2022. Cópia arquivada (PDF) em 8 de janeiro de 2022 
  5. «Anton Zeilinger – new President of the Austrian Academy of Sciences». Vienna Center for Quantum Science and Technology. 16 de março de 2013. Consultado em 23 de setembro de 2013. Arquivado do original em 13 de outubro de 2014 
  6. «International Academy Traunkirchen». Consultado em 15 de outubro de 2021. Cópia arquivada em 19 de dezembro de 2014 
  7. Minkel, JR (1 de agosto de 2007). «The Gedanken Experimenter». Scientific American. 297 (2): 94–96. Bibcode:2007SciAm.297b..94M. PMID 17894178. doi:10.1038/scientificamerican0807-94 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Anton Zeilinger

Precedido por
Albert Fert e Peter Grünberg
Prêmio Wolf de Física
2010
com John Clauser e Alain Aspect
Sucedido por
Maximilian Haider, Harald Rose e Knut Urban