Antoni Malczewski

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Antoni Malczewski
Nascimento 3 de junho de 1793
Varsóvia
Morte 2 de maio de 1826 (32 anos)
Varsóvia
Sepultamento Cemitério de Powązki
Cidadania Polônia, Império Russo
Ocupação poeta, escritor
Movimento estético romantismo

Antoni Malczewski (3 de junho de 1793 - Varsóvia, 2 de maio de 1826) foi um poeta romântico, escritor e alpinista polaco.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Filho de uma família burguesa estuda sem no entanto se ter graduado [1]. Alista-se no exercito Ducado de Varsóvia criado por Napoleão Bonaparte em 1807. Depois de ter deixado o exercito passa vários anos a viajar pela Europa, nomeadamente a França com Paris e na região do Monte Branco, onde gasta parte da sua importante fortuna [1]

Escritor[editar | editar código-fonte]

Escritor e poeta romântico, considerado como fazendo parte da chamada Escola Ucraniana, publica em 1825 o célebre Marie, Poème d'Ukranie, dedicado a Julian Ursyn Niemcewicz, e onde conta a história de uma mulher que se casa com um nobre e sobe assim os escárnio da sociedade [2]. Diz-se que este livro foi influenciado pelo encontro com Lord Byron que Malczewski encontrou em Veneza.

Alpinimo[editar | editar código-fonte]

Antoni Malczewski é o primeiro da grande lista dos alpinistas polacos, mas se o oitavo mundial a subir o Monte-Branco, é no entanto o primeiro a subir à Agulha do Midi a 4 de Agosto de 1818 acompanhado pelo guia de montanha J.M. Balmat, o Monte-Branco.

Artigos[editar | editar código-fonte]

  • Christopher John Murray, ed. (2004). "Malczewski, Antoni". Encyclopedia of the Romantic Era, 1760-1850. 2. Taylor & Francis. ISBN 1-57958-422-5

Referências

  1. a b Christopher John Murray. "Malczewski, Antoni". Taylor & Francis
  2. Maria Malczewskiego (em francês)