Antonio Barreto do Amaral

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Antonio Barreto do Amaral foi um importante historiador paulista e membro fundador da Academia Paulista de História. Escreveu principalmente sobre a história de São Paulo, sendo colocado ao lado de outros grandes nomes como Afonso d'Escragnolle Taunay, Afonso Freitas, Antônio Egídio Martins, Antonio de Toledo Piza e Almeida, Aureliano Leite, Ernani da Silva Bruno e Pedro Taques de Almeida Paes Leme[1]. Dentre suas inúmeras obras sobre a História de São Paulo[2], estão:

  • Dicionário de História de São Paulo (1903);
  • História dos Velhos Theatros de São Paulo;
  • Prudente de Moraes, uma vida marcada;
  • Memória Sobre o Melhoramento da Província de São Paulo, com Antonio Rodrigues Veloso de Oliveira;
  • Pedro de Toledo;
  • Curso de História de São Paulo, com Tito Lívio Ferreira;
  • O Arquivo do Marquês de Valença e a Independência do Brasil, com Brasil Bandecchi;
  • O Bairro de Pinheiros
  • O Departamento do Arquivo do Estado e sua História;

Referências

  1. Tarasantchi, Ruth S.. Pintores Paisagistas. São Paulo, Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2002.Visualização, acesso em 9 de janeiro de 2012.
  2. Com base em Google Books, acesso em 9 de janeiro de 2012.