Antônio Maria Zaccaria

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Antonio Maria Zaccaria)
Ir para: navegação, pesquisa
Santo Antônio Maria Zaccaria B.
Imagem do Santo no Colègio San Francesco, em Lodi
Nascimento 1502 em Cremona, Itália
Morte 5 de julho de 1539 em Cremona, Itália
Veneração por Igreja Catòlica
Canonização 1897, Roma por Papa Leão XIII
Principal templo São Bernabé em Milão
Festa litúrgica 5 de julho
Padroeiro Barnabitas
Gloriole.svg Portal dos Santos

Antônio Maria Zaccaria (em italiano, Antonio Maria Zaccaria) (Cremona 1502 - Cremona 5 de julho 1539) foi um médico e padre católico italiano, fundador da Ordem dos Clérigos Regulares de São Paulo, (Barnabitas) e da Congregação das Freiras Angélicas de São Paulo.

Papa Leão XIII o proclamou Santo em 1897.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascido numa família de comerciantes de Genova, ficou orfão de pai quando era ainda jovem. Mudou-se com a familia em Cremona. Aos 18 anos, renunciou aos seus bens em favor de sua mãe.

Em 1520 viajou para Padova para estudar Filosofia e Medicina. Voltou em 1524 em Cremona, onde fundou a Confraria da Amizade, para reflexão bíblica. Teve como orientador espiritual o frei Batista de Crema, que o ajudou a escolher o caminho do sacerdócio. Foi consagrado padre em 20 de Fevereiro de 1529, sem estar vinculado a nenhuma diocese.

Em 1530 mudou-se para Milão sendo confessor de Ludovica Torelli, condessa de Guastalla[1]. Aí, uniu-se a três companheiros, que fundaram três grupos de vida cristã, que originariam duas congregações religiosas, a dos padres barnabitas e das irmãs angélicas, e, finalmente, um grupo de casais. Este grupo de casais foi a primeira experiência de pastoral familiar da história da Igreja. A Ordem dos Barnabitas foi aprovada em 1533. As duas congregações religiosas foram orientadas à missão e à reforma dos conventos. Participaram decididamente da reforma católica.

Sua espiritualidade é fundamentada na Bíblia e tem como modelo o apóstolo Paulo de Tarso e Cristo Crucificado. Incentivou a prática da Eucaristia, da leitura orante da Bíblia (Lectio Divina) e das Quarenta Horas (adoração do Santíssimo Sacramento por quarenta horas initerruptas).

Em 1539, quis voltar em Cremona, pois a saúde dele era muito fraca, e entendeu que o fim estava perto. Na tarde do 5 de julho à presença da mãe e dos discípulos queridos, faleceu depois de ter recebidos os sacramentos.

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Marcello Landi, La presenza della Summa Theologiae di Tommaso d'Aquino nei primi due Sermoni di Antonio Maria Zaccaria in Barnabiti Studi 20 (2003), pagg. 69-81
  • Marcello Landi, Sant'Antonio Maria Zaccaria. Contesto storico-culturale e presenza della Summa Theologiae di san Tommaso d'Aquino nei suoi primi tre sermoni, in Sacra Doctrina. Studi e ricerche n. 52 (3/2006), pp. 46-81

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre a biografia de um santo, um beato ou um religioso é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Antônio Maria Zaccaria