Antonov An-70

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde julho de 2015). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Wiki letter w.svg
Por favor melhore este artigo, expandindo-o. Mais informação pode ser encontrada no artigo «Antonov An-70» na Wikipédia em inglês e também na página de discussão. (julho de 2015)
An-70
Picto infobox aircraft.png
Descrição
Tipo / Missão Aeronave de carga propfan monoplano quadrimotor
País de origem  Ucrânia
Fabricante Antonov
Período de produção 1994-1996
2012-presente
Quantidade produzida 2 (protótipo) unidade(s)
Custo unitário 67-70 milhões
Primeiro voo em 16 de dezembro de 1994 (20 anos)
Variantes
  • An-70T
  • An-7X
  • An-112KC
Tripulação 4 - dois pilotos, navegador e engenheiro de voo
Soldados 300 soldados ou 206 macas
Carga útil 47 000 kg (104 000 lb)
Especificações
Dimensões
Comprimento 40,7 m (134 ft)
Envergadura 44,06 m (145 ft)
Altura 16,38 m (53,7 ft)
Peso(s)
Peso vazio 66 230 kg (146 000 lb)
Peso de decolagem 145 000 kg (320 000 lb)
Propulsão
Motor(es) 4 x propfans Progress D-27
Potência (por motor) 13 880 hp (10 400 kW)
Performance
Velocidade máxima 780 km/h (421 kn)
Velocidade de cruzeiro 750 km/h (405 kn)
Alcance (MTOW) 6 600 km (4 100 mi)
Teto máximo 12 000 m (39 400 ft)
Razão de subida 24,9 m/s
Notas
Dados de: Butowski Air International, pp. 88-89[1]

O Antonov An-70 é uma aeronave para transporte de cargas de quatro motores com alcance médio, e a primeira aeronave grande a ser motorizada com motores Propfan. Tem sido desenvolvido pela Antonov, na Rússia para substituir o obsoleto An-12.

O voo de apresentação do primeiro protótipo ocorreu em 16 de Dezembro de 1994 em Kiev, Ucrânia.

Design e Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

O trabalho no An-70 teve seu início na União Soviética no começo dos anos 1990. Haviam planos de estabelecer uma produção em série do modelo em Kiev e Samara (Rússia), garantindo emprego para cerca de 80.000 pessoas em ambos os países. O governo russo mostrou interesse em comprar 160 aviões para suas forças armadas. Em 2002, a Rússia e a Ucrânia concordaram em dividir em 50% - 50% a produção da aeronave[2] . Houve um breve "flerte" com o governo alemão, de um An-70 "ocidentalizado" proposto para substituir o até então problemático Airbus A400M.

O primeiro protótipo foi perdido em 1995 em uma colisão no ar com um avião que o seguia[3] . O segundo protótipo sofreu danos em 2001 em um pouso de emergência durante testes em baixas temperaturas em Omsk , Rússia, mas foi logo reparado[4] . Logo após o primeiro acidente, as autoridades russas começaram a questionar as habilidades do An-70 e demandaram desenvolvimentos mais acurados.

Versões[editar | editar código-fonte]

An-70T
An-112KC 
Um avião proposto para ser uma versão de reabastecedor do An-70, com dois motores a jato para Força Aérea Americana[5] [6] . A Força Aérea rejeitou a proposta,[7] e os planos de substituição dos abastecedores foram deixados de lado.[8] [9]

Operadores[editar | editar código-fonte]

 Ucrânia
  • Força Aérea da Ucrânia - 2 encomendas para serem entregues em 2011 e 2012.[10] Contudo é desconhecido o situação deste pedido até o momento.
 Rússia
  • Força Aérea Russa - 60 encomendados. Em 24 de Junho de 2010 o Tenente General Vladimir Shamanov informou que havia solicitado 40 An-70 para seu serviço de acordo com o novo programa de rearmamento para 2011-2020. Então, foi reportado no início de Março de 2011 que a Rússia planejava receber 60 aeronaves do modelo.
  • Volga-Dnepr Airlines - cinco aeronaves (planejado).

Referências

  1. Butowski, Piotr. "Back in the Air". Air International, Vol.83 No, 6, December 2012. ISSN 0306-5634. pp. 86–89.
  2. Antonov-70
  3. Antonov 70 - Um Futuro Incerto (em inglês)
  4. Rússia e Ucrânia revivem o projeto do An-70
  5. Trimble, Stephen. "US Aerospace appeals against KC-X exclusion, blames USAF ‘conspiracy’". Flight International, 5 August 2010.
  6. "An-112KC KC-X proposal revealed?". AirForces Monthly, 6 August 2010.
  7. "USAF excludes “late” KC-X bid". Australian Aviation, 9 August 2010.
  8. Butler, Amy. U.S. Aerospace Files Second KC-X Protest The McGraw-Hill Companies, Inc. Visitado em 12 September 2010.
  9. Bennett, John T. "GAO Denies U.S. Aerospace-Antonov KC-X Protest". Defense News, 6 October 2010.
  10. Ucrânia recebe o primeiro An-70 flightglobal1.com (em inglês)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Em inglês
Ícone de esboço Este artigo sobre um avião, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.