Antropomorfismo moe

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Antropomorfismo moe ou Moe gijinka (萌え擬人化Moe gijinka'? lit. antropomorfismo moe) é a representação visual daquilo que não é humano, como objetos, veículos, animais ou ideias, em forma humana, geralmente no estilo do mangá e anime, grande parte desta tendência originou de círculos dōjin e a explosão da cultura moe. Parte do humor desta antropomorfização é a personalidade atribuída ao não humano, também causado por esta personificação ha um certo conforto em várias pessoas ao se deparar com tal representação, tornando este antropomorfismo em uma tendência em empresas japonesas, com o objetivo de aproveitar de tal efeito e de aproximar-se do público otaku, esta representação é muito comum nas culturas otaku, um exemplo pode ser kemonomimi, personagens humanoides adornados com características de animais.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Antropomorfismo moe

Referências

[1]

[2]

  1. Sone, Yuji (2014-08-07). "Canted Desire: Otaku Performance in Japanese Popular Culture". Cultural Studies Review. 20 (2): 196–222. doi:10.5130/csr.v20i2.3700. ISSN 1837-8692
  2. Tamaki, Saitō (2011). キャラクター精神分析 ─マンガ・文学・日本人 [Character psychoanalysis ─ manga · literature · Japanese] (in Japanese). Tōkyō: Chikuma Shobō. p. 179. ISBN 9784480842954. OCLC 709665062.