Anuar Battisti

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Anuar Battisti
Arcebispo da Igreja Católica
4º Arcebispo de Maringá

Título

Arcebispo Metropolitano de Maringá
Hierarquia
Papa Francisco
Atividade Eclesiástica
Diocese Arquidiocese de Maringá
Nomeação 29 de setembro de 2004
Entrada solene 24 de novembro de 2004
Predecessor Dom João Cardeal Braz de Aviz
Mandato 2004 -
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 8 de dezembro de 1980
Tupássi
por Dom Geraldo Cardeal Majella Agnelo
Nomeação episcopal 10 de novembro de 2010
Ordenação episcopal 20 de junho de 1998
Toledo
por Dom Geraldo Cardeal Majella Agnelo
Lema episcopal CAMINHAI NO SENHOR
Nomeado arcebispo 29 de setembro de 2004
Brasão arquiepiscopal
Template-Metropolitan Archbishop.svg
Dados pessoais
Nascimento Lajeado,  Rio Grande do Sul
19 de fevereiro de 1953 (64 anos)
Nacionalidade brasileiro
Funções exercidas - Bispo de Toledo (1998 - 2004)
dados em catholic-hierarchy.org
Arcebispos
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Anuar Battisti (Progresso, 19 de fevereiro de 1953) é um bispo da Igreja Católica Apostólica Romana, arcebispo de Maringá.

Estudos e presbiterado[editar | editar código-fonte]

Nasceu na localidade Alto Honorato, município de Lajeado. É o terceiro de oito filhos de Aniceto Battisti e Edorilda Knipof dos Santos.

Em 1963, ainda criança, transferiu-se com a família para Tupãssi; mesmo ano que ingressou no Seminário Menor de Toledo, onde fez o ensino fundamental. De 1967 a 1970, cursou o antigo ginásio, no Seminário de Cascavel. Cursou o ensino médio no Seminário São José, em Curitiba, entre os anos de 1971 e 1973.

Em Curitiba, na Pontifícia Universidade Católica do Paraná, cursou a faculdade de Filosofia nos anos de 1974 a 1976, residindo no Seminário Rainha dos Apóstolos. Nos anos de 1977 e 1978 cursou a faculdade de Teologia no Studium Theologicum, então afiliado à Pontifícia Universidade Lateranense, de Roma. De outubro de 1978 a março de 1979, participou da escola sacerdotal do Movimento Focolare, em Frascati, na Itália.

Completou sua formação teológica nos anos de 1979 e 1980, na Faculdade de Teologia Nossa Senhora da Assunção, em São Paulo. Foi ordenado presbítero, do clero diocesano de Toledo, no dia 8 de dezembro de 1980, pela imposição das mãos de Dom Geraldo Majella Agnelo.

Como sacerdote, ocupou funções sempre relacionadas à formação dos jovens seminaristas. De 1981 a 1985, foi reitor do Seminário Maria Mãe da Igreja, da Diocese de Toledo. Ao mesmo tempo, respondia pela Paróquia de Vila Nova e lecionava na FACITOL (hoje Centro Universitário da Unioeste), demonstrando desde cedo seu interesse pela educação universitária. De 1985 a 1988, foi reitor da casa de formação dos seminaristas maiores do Oeste do Paraná, em Curitiba.

Em 1986, participou, em Toluca, no México, do Quinto Curso de Formadores, promovido pelo Departamento de Vocações e Ministérios, do CELAM. De 1986 a 1989, foi presidente da Organização dos Seminários e Institutos do Brasil; e, de 1987 a 1990, da Organização dos Seminários Latino-Americanos. Foi diretor espiritual do Seminário de Toledo, de 1989 a 1991. Em 1990, participou, em Roma, da Assembleia Geral do Sínodo dos Bispos sobre formação presbiteral. De 1991 a 1995, residiu em Bogotá, na Colômbia, sede do CELAM, onde trabalhou como secretário executivo do Departamento de Vocações e Ministérios, do CELAM.

Foi pároco da Paróquia de São Pedro e São Paulo, em Toledo, quando, no ano de 1996, com a transferência de Dom Lúcio Baumgaertner para Cascavel, foi nomeado administrador diocesano, cargo que exerceu por dois anos e meio.

Episcopado[editar | editar código-fonte]

Em 15 de abril de 1998, por escolha do Papa João Paulo II, foi nomeado bispo diocesano de Toledo[1], sendo empossado no mesmo dia da ordenação episcopal, a 20 de junho daquele ano.

Durante os anos de 2003 a 2007, exerceu duas funções importantes, para as quais foi eleito, uma em nível continental, outra em âmbito nacional: foi o responsável pela Seção de Seminários e Ministérios Ordenados, do CELAM, para toda a América Latina, e presidente da Comissão para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada, da CNBB, para todo o Brasil.

No dia 29 de setembro de 2004, foi nomeado como arcebispo da Arquidiocese de Maringá[2]. Tomou posse como arcebispo, em missa solene, na Catedral de Maringá, em 24 de novembro do mesmo ano.

Em maio de 2007 participou como membro delegado pela CNBB da Quinta Conferência Geral do Episcopado Latino-americano e Caribenho, na cidade de Aparecida do Norte.

Em 22 de outubro de 2009 o arcebispo recebeu da Pontifícia Universidade Católica do Paraná, o título de Doutor Honoris Causa.

Ordenações episcopais[editar | editar código-fonte]

Dom Anuar foi o ordenante principal da ordenação episcopal de:

Títulos honoríficos[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. [1], Nomina del Vescovo di Toledo (Brasile), 15.04.1998
  2. DELL’ARCIVESCOVO METROPOLITA DI MARINGÁ (BRASILE), Rinunce e Nomine, 29.09.2004


Precedido por
Dom Lúcio Ignácio Baumgaertner
Brasão episcopal.
Bispo de Toledo

1998 - 2004
Sucedido por
Dom Francisco Carlos Bach
Precedido por
Dom João Braz de Aviz
Brasão arquiepiscopal
Arcebispo de Maringá

2004 -
Sucedido por
Ícone de esboço Este artigo sobre Episcopado (bispos, arcebispos, cardeais) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.