Aos Fatos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Aos Fatos
Logo do Aos Fatos exibido em seu canal no YouTube em 2020
Sede São Paulo e Rio de Janeiro[1]
País Brasil
Preço gratuito
Slogan Valorize o que é real.
Fundação 7 de julho de 2015
Fundador(es) Tai Nalon (diretora executiva e cofundadora)
Rômulo Collopy (diretor de tecnologia e cofundador)
Carol Cavaleiro (cofundadora)[1]
Diretor Tai Nalon
Editor Bernardo Moura
Ana Rita Cunha[1]
Editor-chefe Ana Freitas
Editor-associado Bárbara Libório
Idioma português
Publicações irmãs Radar Aos Fatos[2]
Página oficial aosfatos.org


Aos Fatos é um site jornalístico independente[3] de verificação de fatos. Foi criado em julho de 2015 com o foco de verificar o que é falso e o que é real em discursos políticos. É inspirado no argentino Chequeado e no PolitiFact, um site americano ganhador do Pulitzer em 2008.[4]

Histórico[editar | editar código-fonte]

Com uma equipe multidisciplinar distribuída por Rio de Janeiro e São Paulo, Aos Fatos produz diariamente reportagens investigativas sobre o universo da desinformação no Brasil, além de monitorar campanhas coordenadas com informações enganosas nas redes sociais, desbancar boatos e checar a veracidade do discurso das maiores autoridades no país.

Por meio do seu Aos Fatos Lab, conduz projetos que unem tecnologia e jornalismo. Na área de tecnologia, desenvolve projetos patrocinados de inteligência artifical e fact-checking automatizado. É o caso da premiada robô checadora Fátima.

A equipe de jornalismo, por sua vez, produz relatórios temáticos, para consumo interno dos nossos clientes, e levantamentos de dados e investigações de padrões desinformativos mais elaborados. O Radar Aos Fatos, a ser lançado no segundo semestre de 2020, deve concentrar esses esforços por meio de uma ferramenta de acompanhamento de desinformação multiplataforma.

Aos Fatos é uma microempresa jornalística adotante do Simples Nacional com sede no Rio de Janeiro e profissionais também estabelecidos em São Paulo.

Em 1 de outubro de 2020, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) oficializou o Aos Fatos e mais oito agências de verificação de fatos como parte de uma coalizão para ajudar a checar informações nas eleições do Brasil de 2020. As notícias investigadas foram publicadas na página "Fato ou Boato", no Portal da Justiça Eleitoral.[5]

No dia 18 de janeiro de 2021, o presidente Jair Bolsonaro bloqueou o Aos Fatos no Twitter. Segundo Vitor Blotta, professor da Universidade de São Paulo que coordena o grupo de Jornalismo, Direito e Liberdade (ECA-USP), políticos que usam suas redes sociais para as funções do governo, não devem bloquear jornalistas, pois segundo o artigo 37 da Constituição Federal, a publicidade dos programas, obras, serviços e campanhas dos órgãos públicos é dever da administração pública.[6]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Veículo de mídia Resultado
2019 Menção honrosa no Premio a la Excelencia Periodística, da SIP (Sociedad Interamericana de Prensa) Aos Fatos Venceu[7]
2019 Prêmio Claudio Weber Abramo de Jornalismo de Dados Aos Fatos Venceu
2019 On-line Journalism Awards - General Excellence Aos Fatos Finalista[8]
2021 Prêmio Gabo Radar Aos Fatos Venceu[9]

Referências

  1. a b c «Nossa Equipe». Aos Fatos. Consultado em 18 de maio de 2020. Cópia arquivada em 18 de maio de 2020 
  2. «A metodologia do Radar Aos Fatos». Aos Fatos. Consultado em 24 de fevereiro de 2021. Cópia arquivada em 2 de novembro de 2020 
  3. «Mapa do Jornalismo Independente». Agência Pública. Consultado em 1 de maio de 2020. Cópia arquivada em 1 de maio de 2020 
  4. Silvia Feola (8 de julho de 2015). «Plataforma Aos Fatos! checa veracidade do discurso político». Estadão. Grupo Estado. Consultado em 23 de maio de 2020. Cópia arquivada em 23 de maio de 2020 
  5. «TSE lança coalizão de checagem de informações para as Eleições 2020». TSE. 1 de outubro de 2020. Consultado em 7 de outubro de 2020. Cópia arquivada em 7 de outubro de 2020 
  6. «Conta de Bolsonaro no Twitter bloqueou site especializado em checagens de notícia». Abraji. 17 de janeiro de 2021. Consultado em 21 de janeiro de 2021. Cópia arquivada em 18 de janeiro de 2021 
  7. «Por cobertura eleitoral, Aos Fatos recebe menção honrosa no Premio a la Excelencia Periodística 2019». Aos Fatos. Consultado em 1 de maio de 2020. Cópia arquivada em 1 de maio de 2020 
  8. «Aos Fatis». Award Journalists (em inglês). Consultado em 17 de setembro de 2020. Cópia arquivada em 27 de setembro de 2020 
  9. «Radar Aos Fatos». Prêmio GGM (em espanhol). Consultado em 21 de janeiro de 2021. Cópia arquivada em 15 de janeiro de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre meios de comunicação é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.