Apeadeiro de Couto de Cucujães

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre o apeadeiro na Linha do Vouga. Se procura o apeadeiro no Ramal de Braga, veja Apeadeiro de Couto de Cambeses.
Couto de Cucujães IPcomboio2.jpg
Apeadeiro de Couto de Cucujães, em 2010.
Linha(s) Linha do Vouga
(Pk 28,590)
Coordenadas
Concelho Oliveira de Azeméis
Serviços Ferroviários Logo CP 2.svgBSicon LSTR orange.svgR


Logos IP.png
BSicon CONTfa grey.svg
BSicon HST grey.svgFaria (Sentido Espinho)
BSicon HST grey.svgCouto de Cucujães
BSicon HST grey.svgS. de Riba - Ul (Std. Ol. de Azeméis)
BSicon CONTf grey.svg

O Apeadeiro de Couto de Cucujães é uma gare ferroviária da Linha do Vouga, que serve a Vila de Cucujães, no Distrito de Aveiro, em Portugal.

Caracterização[editar | editar código-fonte]

Este apeadeiro é servido por comboios regionais da operadora Comboios de Portugal.[1]

História[editar | editar código-fonte]

A Gazeta dos Caminhos de Ferro de 1 de Maio de 1894 noticiou que o empresário Frederico Pereira Palha já tinha enviado ao governo o ante-projecto da primeira secção da Linha do Vouga, entre Espinho e as margens do Rio Caima, estando prevista a construção de uma estação em Couto de Cucujães, que tinha acesso pela estrada municipal entre aquela povoação e Oliveira de Azeméis.[2]

Em 16 de Janeiro de 1895, a Gazeta dos Caminhos de Ferro reportou que os promotores do projecto tinham apresentado o seu programa para toda a rede do Vouga, de Espinho a Viseu e Aveiro, mantendo-se a intenção de servir a povoação de Couto de Cucujães.[3]

Este apeadeiro encontra-se no primeiro troço da Linha do Vouga, entre as Estações de Espinho e Oliveira de Azeméis, que foi inaugurado no dia 21 de Dezembro de 1908.[4]

Na XIII edição do Concurso das Estações Floridas, organizado em 1954 pela Companhia dos Caminhos de Ferro Portugueses e pelo Secretariado Nacional de Informação, a estação de Couto de Cucujães recebeu um diploma de menção honrosa simples.[5]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Comboios regionais - Linha do Vouga» (PDF). Comboios de Portugal. 31 de Agosto de 2014. Consultado em 9 de Abril de 2015 
  2. CORDEIRO, Xavier (1 de Maio de 1934). «Há Quarenta Anos» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 46 (1113). p. 244. Consultado em 26 de Abril de 2017 
  3. «Há Quarenta Anos» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 47 (1130). 16 de Janeiro de 1935. p. 40. Consultado em 26 de Abril de 2017 
  4. «Troços de linhas férreas portuguesas abertas à exploração desde 1856, e a sua extensão» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 69 (1652). 16 de Outubro de 1956. p. 528-530. Consultado em 9 de Abril de 2015 
  5. «XIII Concurso das Estações Floridas» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 67 (1608). 16 de Dezembro de 1954. p. 365. Consultado em 26 de Abril de 2017 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre o Apeadeiro de Couto de Cucujães

Ligações externas[editar | editar código-fonte]



Ícone de esboço Este artigo sobre uma estação, apeadeiro ou paragem ferroviária é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.