Apeadeiro de Rochoso

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Rochoso
BSicon BAHN.svg
Identificação:[1] 49163 ROC (Rochoso)
Denominação: Apeadeiro de Rochoso
Classificação: A (apeadeiro)[2][3]
Linha(s): Linha da Beira Alta (PK 222,008)
Altitude: 740 m (a.n.m)
Coordenadas: 40°30′25.47″N × 7°5′26.09″W

(≍+40.50708;−7.09058)

(mais mapas: 40° 30′ 25,47″ N, 7° 05′ 26,09″ O)
Concelho: bandeiraGuarda
Serviços: Logo CP 2.svgBSicon LSTR orange.svgR
Conexões: Serviço de táxis GRD
Equipamentos: Acesso para pessoas de mobilidade reduzida
Endereço: PT-6300-195 Guarda
Diagrama:
BSicon CONTfa grey.svg
BSicon HST grey.svgVila Fernando (Sentido Pampilhosa)
BSicon HST grey.svgRochoso
BSicon BHF grey.svgCerdeira (Sentido Vilar Formoso)
BSicon CONTf grey.svg
Website:

O Apeadeiro de Rochoso é uma gare da Linha da Beira Alta, que serve a localidade de Rochoso, no Distrito da Guarda, em Portugal.

Descrição[editar | editar código-fonte]

O abrigo de plataforma situava-se do lado sul da via (lado direito do sentido ascendente, a Vilar Formoso).[4]

Abrigo do apeadeiro de Rochoso, em 2009.

História[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Linha da Beira Alta § História

A Linha da Beira Alta entrou ao serviço, de forma provisória, em 1 de Julho de 1882, tendo sido totalmente inaugurada em 3 de Agosto do mesmo ano, pela Companhia dos Caminhos de Ferro Portugueses da Beira Alta.[5] Rochoso não constava entre as estações e apeadeiros existentes na linha à data de inauguração,[6] porém, tendo este interface sido criado posteriormente.[quando?]

Em 1933, a Companhia da Beira Alta construiu um abrigo para passageiros no apeadeiro de Rochoso.[7]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. (I.E.T. 50/56) 56.º Aditamento à Instrução de Exploração Técnica N.º 50 : Rede Ferroviária Nacional. IMTT, 2011.10.20
  2. Instrução de exploração técnica nº 2 : Índice dos textos regulamentares em vigor. IMTT, 2012.11.06
  3. Instrução de Exploração Técnica N.º 50. INTF («Entrada em vigor 11 de Dezembro de 2005»): p.5
  4. (anónimo): Mapa 20 : Diagrama das Linhas Férreas Portuguesas com as estações (Edição de 1985), CP: Departamento de Transportes: Serviço de Estudos: Sala de Desenho / Fergráfica — Artes Gráficas L.da: Lisboa, 1985
  5. TORRES, Carlos Manitto (16 de Março de 1958). «A evolução das linhas portuguesas e o seu significado ferroviário» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 71 (1686). p. 133-140. Consultado em 5 de Fevereiro de 2014 
  6. (anónimo): “Caminho de Ferro da Beira AltaDiario Illustrado 3307 (1882.07.24)
  7. «O que se fez nos Caminhos de Ferro em Portugal no Ano de 1933» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 47 (1106). 16 de Janeiro de 1934. p. 49-52. Consultado em 22 de Novembro de 2012 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre o Apeadeiro de Rochoso

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma estação, apeadeiro ou paragem ferroviária é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.