Apex Legends

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Apex Legends
Desenvolvedora(s) Respawn Entertainment
Publicadora(s) Electronic Arts
Diretor(es) Chad Grenier[1]
Produtor(es) Ben Brinkman
Projetista(s) Jason McCord
Escritor(es) Mohammad Alavi
Artista(s) Robert Taube
Ryan Lastimosa
Jung Park
Compositor(es) Stephen Barton
Motor Source
Plataforma(s) Microsoft Windows
PlayStation 4
Xbox One
Conversões Nintendo Switch
Android
iOS
Lançamento Windows, PS4, Xbox One
4 de fevereiro de 2019

Switch
9 de março de 2021

Android & iOS
2022

Gênero(s) Battle royale
Tiro em primeira pessoa
Modos de jogo Multijogador

Apex Legends é um jogo eletrônico free-to-play do gênero battle royale desenvolvido pela Respawn Entertainment e publicado pela Electronic Arts. Foi lançado para Microsoft Windows, PlayStation 4 e Xbox One em fevereiro de 2019 e para Nintendo Switch em março de 2021.[2] Uma versão para dispositivos móveis do jogo especialmente projetada para telas sensíveis ao toque, intitulada Apex Legends Mobile, também foi anunciada e está programada para ser totalmente lançada até 2022 para Android e iOS.[3][4] O jogo oferece suporte a jogabilidade multiplataforma.

Em Apex Legends, antes de uma partida, os jogadores formam esquadrões de dois ou três jogadores e selecionam personagens predefinidos com habilidades distintas, conhecidos como "Lendas". O jogo possui dois modos. Em "Battle Royale", até vinte esquadrões de três pessoas ou trinta duplas de duas pessoas pousam em uma ilha e procuram por armas e suprimentos antes de tentar derrotar todos os outros jogadores em combate. A área de jogo disponível na ilha diminui com o tempo, forçando os jogadores a continuarem se movendo ou então ficarem fora da área de jogo, o que pode ser fatal. A última equipe viva ganha a rodada.[5] Em "Arenas", os jogadores se formam em times de três jogadores e lutam contra outro time em um mata-mata de equipe 3v3 ao longo de uma série de rodadas para determinar o vencedor da partida. As equipes vencem quando seu time tem pelo menos três pontos e está a dois pontos à frente.[6]

Apex Legends se passa no mesmo universo de ficção científica da série Titanfall da Respawn Entertainment, com vários personagens desta série aparecendo como personagens secundários ou lendas jogáveis. O desenvolvimento do jogo começou por volta do final de 2016, embora o projeto tenha permanecido em segredo até o seu lançamento.[7] O lançamento do jogo em 2019 foi uma surpresa, já que até aquele ponto se presumia que a Respawn Entertainment estava trabalhando em um terceiro título da franquia Titanfall, o jogo principal anterior do estúdio. Apex Legends recebeu avaliações positivas da crítica, que elogiou sua jogabilidade, sistema de progressão e fusão de elementos de vários gêneros. Alguns o consideraram um competidor digno de outros jogos do gênero battle royale. Apex Legends ultrapassou 25 milhões de jogadores no final de sua primeira semana e 50 milhões no primeiro mês.[8] Até abril de 2021, o jogo tinha aproximadamente 100 milhões de jogadores registrados.[9]

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

A Respawn Entertainment criou anteriormente Titanfall (2014) e sua sequência Titanfall 2 (2016), enquanto um estúdio independente; A Electronic Arts apoiou a publicação destes títulos e, em 2017, adquiriu a Respawn. Ambos os jogos Titanfall foram elogiados criticamente e tiveram seguidores fortes, mas não alcançaram métricas de vendas significativas.[10] Enquanto a Respawn começou a trabalhar em um potencial jogo do Titanfall 3, eles estavam assistindo a paisagem da comunidade de jogos por volta de 2017, quando PlayerUnknown’s Battlegrounds (PUBG) começou a decolar e popularizar o gênero Battle Royale. A Respawn já havia testado os conceitos do Titanfall em um formato de jogo de sobrevivência que eles achavam que funcionava bem, e começou a experimentar com esses conceitos em uma estrutura de battle royale, embora percebesse rapidamente que ter os Titãs pilotáveis ​​(grande mecha) seria altamente desvantajoso para aqueles a pé battle royale, e em vez disso focado na criação de classes de personagens fortes que se encaixam no universo de Titanfall.[11] Além disso, a Respawn queria buscar um jogo que aproveitasse as possíveis receitas em liberdade para jogar, e surgiu com o conceito de Apex, colocando a maior parte do esforço do estúdio para fazer um lançamento inicial forte e renunciando ao desenvolvimento de um Titanfall 3. A EA tem ceticismo nessa abordagem e considera arriscado, de acordo com Drew McCoy, da Respawn, mas o sucesso de Fortnite Battle Royale mostrou que tais abordagens eram possíveis. Em um movimento único para a EA, a Respawn manteve o desenvolvimento da Apex Legends como um segredo até o seu anúncio; McCoy afirmou que queriam que os jogadores formassem suas próprias opiniões sobre o jogo em vez de fóruns on-line, encorajando os jogadores a experimentar o jogo, em vez de confiar em marketing e outros conteúdos promocionais de pré-lançamento.[10]

Apex Legends é inspirado por vários jogos de tiro da última década: Halo e Destiny da Bungie, que incorporaram envolventes sistemas de combate com uma narrativa em evolução, Tom Clancy's Rainbow Six Siege da Ubisoft, que demonstrou o uso de classes únicas para mudar dinamicamente uma fórmula simples, e Overwatch da Blizzard Entertainment para refinar o conceito de um hero-shooter.[10]

Antes do lançamento, McCoy confirmou os planos para implementar o jogo entre plataformas no Apex Legends no futuro. Embora isso seja planejado, o progresso cruzado e as compras cruzadas não são possíveis devido a limitações de hardware. McCoy também afirmou que eles também gostariam que Apex Legends viesse para o iOS, Android e Nintendo Switch, embora isso não esteja planejado.[12]

Em junho de 2020, durante o EA Play Live, a Electronic Arts e a Respawn Entertainment, confirmaram que Apex Legends seria lançado para Nintendo Switch e que iria receber suporte a jogabilidade multiplataforma entre todas as plataformas.[13]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Após o seu lançamento, Apex Legends recebeu "avaliações geralmente favoráveis" de acordo com o agregador de resenhas Metacritic, registrando uma nota média de 89/100 para a sua versão de PlayStation 4.[14][15][16] Oito horas após o seu lançamento, o jogo ultrapassou um milhão de jogadores únicos,[17] e alcançou 2,5 milhões de jogadores únicos em 24 horas.[18] Em três dias, o jogo teve mais de 10 milhões de jogadores únicos, com um pico de um milhão de jogadores simultâneos.[19] Em 11 de fevereiro, uma semana após o lançamento, ele alcançou 25 milhões de jogadores únicos, e "muito acima" de 2 milhões de jogadores de pico simultâneos.[20]

Apex Legends foi anunciado em 4 de fevereiro de 2019, na segunda-feira antes de a EA reportar seus últimos resultados financeiros trimestrais, o que não atendeu às expectativas e fez com que o valor das ações da EA caísse 13% no dia seguinte.[21] No entanto, conforme as notícias e a popularidade de Apex Legends se espalharam, os analistas consideraram o jogo como algo que desafiava o domínio de Fortnite Battle Royale, e na sexta-feira, 8 de fevereiro de 2019, a EA registrou o maior crescimento no valor das ações desde 2014, baseado no sucesso repentino de Apex Legends.[22]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Resultado Ref
2019 Japan Game Awards Prêmio de Excelência Venceu [23]
Golden Joystick Awards 2019 Melhor Jogo Multiplayer Venceu [24][25]
Ultimate Jogo do Ano Indicado
The Game Awards 2019 Melhor Jogo em Andamento Indicado [26][27]
Melhor Suporte à Comunidade Indicado
Melhor Jogo de Ação Indicado
Melhor Jogo Multiplayer Venceu
2020 Visual Effects Society Awards Excelência em Animação de Personagem em um Comercial (Meltdown and Mirage) Indicado [28]
D.I.C.E. Awards 2020 Jogo On-line do Ano Venceu [29][30]
NAVGTR Awards Design de Costumização Indicado [31]
Design de Gameplay, Novo IP Indicado
Jogo de Ação Original Indicado
Pégases Awards 2020 Melhor Jogo Internacional Indicado [32]
Game Developers Choice Awards Melhor Tecnologia Indicado [33]
SXSW Gaming Awards Jogo Viral do Ano Indicado [34]
Excelência em Animação Indicado
Excelência em Multiplayer Indicado
British Academy Games Awards Jogo em Andamento Indicado [35][36]
Multiplayer Venceu
Famitsu Dengeki Game Awards 2019 Melhor Jogo On-line Indicado [37]
Melhor Jogo de Tiro Venceu
G.A.N.G. Awards Melhor Mixagem de Áudio Indicado [38][39]

Referências

  1. «Apex Legends™ Credits - Official EA Site». 25 de fevereiro de 2021. Consultado em 10 de março de 2021. Cópia arquivada em 4 de março de 2021 
  2. Grubb, Jeff (2 de fevereiro de 2021). «Apex Legends on Nintendo Switch launches March 9». VentureBeat. Consultado em 2 de fevereiro de 2021. Cópia arquivada em 2 de fevereiro de 2021 
  3. «When is Apex Legends mobile coming out? Release date, iOS, Android». Dexerto. 19 de agosto de 2020. Consultado em 2 de janeiro de 2021. Cópia arquivada em 30 de novembro de 2020 
  4. Šimić, Ivan (20 de abril de 2021). «EA announces Apex Legends Mobile». Esports Insider. Consultado em 21 de abril de 2021. Cópia arquivada em 21 de abril de 2021 
  5. Holt, Kris (26 de abril de 2021). «'Apex Legends' is getting a permanent team deathmatch mode». Engadget. Consultado em 27 de abril de 2021. Cópia arquivada em 27 de abril de 2021 
  6. «Introducing Arenas». EA. 26 de abril de 2021. Consultado em 27 de abril de 2021. Cópia arquivada em 27 de abril de 2021 
  7. Takahashi, Dean (4 de fevereiro de 2019). «Mackey McCandlish interview — Why Respawn made battle royale shooter Apex Legends». Venturebeat. Consultado em 19 de agosto de 2019. Cópia arquivada em 19 de agosto de 2019 
  8. Frank, Allegra (4 de março de 2019). «Apex Legends tops 50M players in first month». Polygon. Consultado em 4 de março de 2019. Cópia arquivada em 4 de março de 2019 
  9. «'Apex Legends' has 100 million players after two years». Engadget. Consultado em 18 de abril de 2021. Cópia arquivada em 18 de abril de 2021 
  10. a b c Statt, Nick (4 de fevereiro 2019). «Respawn says it's 'putting a lot on the line' with Apex Legends' surprise launch». The Verge (em inglês). Consultado em 4 de fevereiro de 2019 
  11. Campbell, Colin (4 de fevereiro de 2019). «Why Respawn made a Titanfall game without Titans — and not Titanfall 3». Polygon (em inglês). Consultado em 5 de fevereiro de 2019 
  12. Kent, Emma (4 de fevereiro de 2019). «The world thinks we're making Titanfall 3 and we're not - this is what we're making» (em inglês) 
  13. Nunes, Tiago (19 de junho de 2020). «Apex Legends vai receber crossplay e será lançado na Switch». GameHub.pt. Consultado em 13 de agosto de 2020 
  14. «Apex Legends for PlayStation 4 Reviews». Metacritic. CBS Interactive. Consultado em 11 de fevereiro de 2019 
  15. «Apex Legends for PC Reviews». Metacritic. CBS Interactive. Consultado em 12 de fevereiro de 2019 
  16. «Apex Legends for Xbox One Reviews». Metacritic. CBS Interactive. Consultado em 12 de fevereiro de 2019 
  17. Makuch, Eddie (4 de fevereiro de 2019). «Apex Legends Hits 1 Million Players In 8 Hours». GameSpot. Consultado em 5 de fevereiro de 2019 
  18. Arif, Shabana (6 de fevereiro de 2019). «Apex Legends' first 24 hours saw the game draw in 2.5 million players». VG247. Consultado em 6 de fevereiro de 2019 
  19. Webster, Andrew (7 de fevereiro de 2019). «Apex Legends hits 10 million players in just three days». The Verge. Consultado em 7 de fevereiro de 2019 
  20. Makuch, Eddie (11 de fevereiro de 2019). «Apex Legends Hits 25 Million Players In A Week». GameSpot. Consultado em 11 de fevereiro de 2019 
  21. Salinas, Sara (6 de fevereiro de 2019). «Gaming stocks got killed after earnings». CNBC. Consultado em 12 de fevereiro de 2019 
  22. Leach, Kameron (8 de fevereiro de 2019). «EA Stock Jumps as Apex Legends Looks Like a Formidable Fortnite Competitor». Bloomberg L.P. Consultado em 12 de fevereiro de 2019 
  23. Craddock, Ryan (13 de setembro de 2019). «Super Smash Bros. Ultimate Dominates The Japan Game Awards 2019». Nintendo Life. Consultado em 21 de novembro de 2019 
  24. GamesRadar staff (25 de outubro de 2019). «Vote now for your Ultimate Game of the Year in the Golden Joystick Awards 2019». GamesRadar+. Consultado em 16 de novembro de 2019 
  25. GamesRadar staff (15 de novembro de 2019). «Here's every winner from this year's Golden Joystick Awards, including the Ultimate Game of the Year». GamesRadar+. Consultado em 16 de novembro de 2019 
  26. Winslow, Jeremy (19 de novembro de 2019). «The Game Awards 2019 Nominees Full List». GameSpot. Consultado em 19 de novembro de 2019 
  27. Makuch, Eddie (13 de dezembro de 2019). «The Game Awards 2019 Winners: Sekiro Takes Game Of The Year». GameSpot. Consultado em 13 de dezembro de 2019 
  28. Hipes, Patrick (7 de janeiro de 2020). «VES Awards Nominations: 'The Lion King', 'Alita: Battle Angel', 'The Mandalorian' & 'GoT' Top List». Deadline Hollywood. Consultado em 8 de janeiro de 2020 
  29. Chalk, Andy (13 de janeiro de 2020). «Control and Death Stranding get 8 nominations each for the 2020 DICE Awards». PC Gamer. Consultado em 20 de janeiro de 2020 
  30. Chandler, Sam (13 de fevereiro de 2020). «The D.I.C.E. Awards 2020 winners and finalists». Shacknews. Consultado em 15 de fevereiro de 2020 
  31. «2019 Nominees». National Academy of Video Game Trade Reviewers. 13 de janeiro de 2020. Consultado em 20 de janeiro de 2020 
  32. «All the categories (2020)». Pégases Awards. 7 de fevereiro de 2020. Consultado em 5 de março de 2020 
  33. Shanley, Patrick (8 de janeiro de 2020). «'Death Stranding' Leads Game Developers Choice Awards Nominees». The Hollywood Reporter. Consultado em 8 de janeiro de 2020 
  34. Grayshadow (17 de fevereiro de 2020). «2020 SXSW Gaming Awards Nominees Revealed». NoobFeed. Consultado em 18 de fevereiro de 2020 
  35. Stuart, Keith (3 de março de 2020). «Death Stranding and Control dominate Bafta games awards nominations». The Guardian. Consultado em 5 de março de 2020 
  36. Chilton, Louis (2 de abril de 2020). «Bafta Games Awards 2020: The results in full». The Independent. Consultado em 3 de abril de 2020 
  37. Sato (18 de abril de 2020). «Here Are the Winners of the Famitsu Dengeki Game Awards 2019». Siliconera. Consultado em 4 de maio de 2020 
  38. Wilson, Kelly (13 de fevereiro de 2020). «Game Audio Network Guild Announces 18th Annual G.A.N.G. Award Nominees». The Hype Magazine. Consultado em 28 de fevereiro de 2020 
  39. Tangcay, Jazz (6 de maio de 2020). «'Death Stranding' Sweeps Gaming's G.A.N.G. Awards With Six Wins Including Audio of the Year». Variety. Consultado em 7 de maio de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]