Aquário plantado

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde outubro de 2017). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes está sujeito a remoção.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Aquário plantado

Um aquário plantado é aquele que possui terra e plantas naturais, plantadas em seu interior para a construção de um ambiente para os peixes e outros animais aquáticos.

Animais[editar | editar código-fonte]

Peixes[editar | editar código-fonte]

Costuma-se ter como habitantes do aquário plantado peixes que vivam em harmonia com as plantas e requeiram parâmetros da água parecidos com os requeridos pelas plantas.

Assim sendo, peixes da família dos poecilídeos e caracídeos (como mato-grosso, tetra limão, néon, etc.), dentre outras costumam ser as melhores opções para este tipo de aquário.

Invertebrados[editar | editar código-fonte]

Também podem ser utilizados invertebrados como o caramujo.

Muitos Camarões podem ser usados em aquários plantados, alguns exemplos, são os fantasmas, red crystal, pitús, ajudam na limpeza do aquario

O caramujo, desde que não seja portador de parasitas causadores de doenças,é uma ótima opção para aquários,pois realiza uma certa limpeza no mesmo,alimentando-se de detritos, restos de plantas, restos de peixes, algas,alimentos no fundo do aquário. Eles também aceitam qualquer PH e temperatura. Obs: Peixes grandes como o pacu e o pirarara podem comer caramujos que são colocados no aquário com os mesmos.

Plantas[editar | editar código-fonte]

Características da água[editar | editar código-fonte]

  • PH: Entre 6,0 e 7,5. Um pH muito alto ou muito baixo pode gerar deficiências de alguns nutrientes às plantas (por exemplo, com um pH muito alto os íons de ferro tendem a se ligar ao íon , reduzindo sua disponibilidade para as plantas; já em pH muito baixo, alguns metais podem se tornar tóxicos).
  • KH: Geralmente maior que para evitar flutuações prejudiciais no pH.
  • GH: Depende das espécies de peixes (por estar relacionado ao equilíbrio osmótico), mas como está relacionado também à nutrição das plantas (concentração de cálcio e magnésio), recomenda-se que não seja muito baixo.
  • Nitrato (): Entre 5 e 15 ppm.
  • Nitrito (): Próximo de zero.
  • Amônia: Próximo de zero (até mesmo em baixas concentrações pode ser tóxica aos animais).
  • Fosfato (): Entre 0,1 e 2 ppm.
  • Concentração de dióxido de carbono (): Depende da iluminação. Em aquários bem iluminados, recomenda-se entre 20 e 30 ppm.
  • Temperatura: As plantas toleram uma ampla faixa de temperaturas (de 17°C a 31°C). No entanto deve-se estar atento às necessidades dos peixes, que podem requerer temperaturas específicas.

Iluminação[editar | editar código-fonte]

Depende das espécies de plantas que se mantém no aquário. Em geral utiliza-se a estimativa de cerca de 60 lm/l (lúmens por litro)luz fluorescente e temperatura acima de 6500k. Existem plantas que exigem uma maior intensidade de luz,outras o contrário.

Iluminação incandescente não é recomendada por ser necessária muita luz e este tipo de iluminação ter um baixo rendimento (alto consumo).

Substrato[editar | editar código-fonte]

O substrato do aquário deve ser de alto teor nutritivo,permitindo assim um desenvolvimento ideal para as plantas nele presente. Coloca-se uma camada fértil,como húmus de minhoca (tratado),terra vegetal,laterita ou um composto pronto especifico para aquários (alguns compostos não precisam de camada inerte, podendo estar em contato com a água),e acima uma camada isoladora ou inerte,sendo essa última de areia ou cascalho fino de rio,a areia é uma opção melhor,pois garante fixação correta das plantas e não turva a água,além disso,quando sifonada,possui ótima estética. Mas há também aqueles que usam cascalho de rio,como foi dito acima,o mesmo também é bom para uso na camada isoladora.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]