Aquarius (DC Comics)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Aquarius (vilão))
Ir para: navegação, pesquisa
Aquarius
Sexo Masculino
Criado por Denny O'Neil
Dick Dillin
Primeira aparição Justice League of America (versão 1) #73

Aquarius foi um vilão fictício da DC Comics. Ele apareceu a primeira vez em Justice League of America (versão 1) #73, de 1969, e foi destruído no #74.[1]

Origem[editar | editar código-fonte]

Aparentemente, Aquarius era uma espécie de estrela viva que fora julgado por seus crimes e condenado por outras estrelas vivas a vagar sem rumo pelo Multiverso. Atingindo a dimensão da Terra 2, o herói Starman (Ted Knight) o confrontou, somente para que o vilão lhe tomasse o bastão cósmico. O bastão cósmico de Starman podia absorver energia cósmica e portanto Aquarius utilizou-o para aumentar seus próprios poderes.

Logo, a Sociedade da Justiça foi de encontro a ele, apenas para descobrir que eles não eram páreos para Aquarius. Num acesso de fúria, o vilão utiliza toda a energia que acumulou do bastão cósmico a fim de transportar para outra dimensão todos os habitantes e objetos da Terra 2. O Sr. Destino consegue salvar a Sociedade da Justiça disto por erigir um escudo místico. Sr. Destino teoriza que a consciencia dos membros da Sociedade da Justiça são o único elo que a população transportada tem com a realidade, e se os heróis morressem, eles jamais retornariam. A Sociedade da Justiça enviou então o Tornado Vermelho para pedir apoio a Liga da Justiça na Terra 1. Devido a falta de atenção para com Tornado, a Liga da Justiça só vem a escuta-lo e oferecer ajuda mais de uma semana depois. Aquarius, sem entender como havia mais humanos naquele mundo, resolveu fugir, deixando para trás uma sugestão hipnótica que fez a Sociedade da Justiça atacar a Liga. A Liga foi vencendo os membros da Sociedade, e o Lanterna Verde Hal Jordan usa a energia de seu anel para rastrear Aquarius. Aquarius responde por erigir aura amarela, tornando-se imune aos efeitos do anel, e concentrou esta radiação numa bola de energia que ele projetou. A bola foi direcionada então a Canário Negro (a humana mais próxima). Larry Lance, no momento crítico, se põe no caminho, salvando a vida da esposa em troca de sua própria. Este último ataque faz Aquarius retornar todas as pessoas que transportou de volta a Terra 2, bem como neutralizar a sugestão hipnótica.

Segue-se um funeral para Larry Lance. Aquarius ressurge durante o enterro e zomba dos ´´mortais inferiores´´ e se dirige para a Terra 1. Os heróis dos dois grupos o perseguem, mas Aquarius tranca a entrada da Terra 1 com um espaço-portal.Os Lanternas Verdes Hal Jordan e Alan Scott são os únicos que conseguem ultrapassar esta barreira. Os dois começam então a insultar o vilão, para atraílo ao Universo de Antimatéria. Os Lanternas cobrem seus corpos com uma aura protetora contra antimatéria. Aquarius, no entanto, não tem a mesma sorte, e seu corpo de matéria positiva explode violentamente contra as anti-partículas.

Ao fim desta história, Canário Negro resolve migrar para a Terra 1, pois a Terra 2 ainda lhe traz muitas recordações de seu falecido marido. Tempos depois, na Terra 1, Dinah Lance (Canário Negro) se apaixona por Oliver Queen (Arqueiro Verde). Para explicar como a heróina da Terra 2 (que havia participado da 2ª Guerra Mundial) não havia envelhecido, os roteiristas da DC tentaram contornar a situação: a Canário Negro que migrou da Terra 2 para a Terra 1, era na verdade, filha da Canário Negro que lutou na 2ª Guerra. Situações desse tipo causavam confusões tanto para roteiristas como para leitores, o que resultou na reestruturação do universo DC através da saga Crise nas Infinitas Terras.

Personalidade[editar | editar código-fonte]

Aquarius tinha personalidade quase infantil, caracterizada pelas expressões faciais que o artista lhe deu. Aparentemente, ele causava destruição meramente por capricho. Dr. Meia-Noite o categorizou como maníaco-depressivo e esquizofrênico.

Poderes[editar | editar código-fonte]

Não parece haver limite para os poderes de Aquarius quando ele está de posse do bastão cósmico de Starman. Estes poderes são místicos por natureza. Ele demonstrou a habilidade de controlar mentes, de dar vida e forma tridimensional a figuras bidimensionais, de aumentar a força duma criança de 4 anos a níveis sobre-humanos, de fazer nuvens choverem bolas de fogo, e transportar para outra dimensão toda a população de um planeta. Ele, como uma estrela viva, pode emanar calor cósmico. Ele também podia erigir uma aura amarela, tornando-se imune aos efeitos do anel do Lanterna Verde Hal Jordan, e concentrar esta radiação numa bola de energia que ele podia projetar. Ele também podia trancar a entrada para dimensões.

Curiosidade[editar | editar código-fonte]

A aparição de Aquarius também marcou a primeira aparição do Superman da Terra 2 na Era de prata dos quadrinhos.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) personagem de Banda desenhada é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.