Aquiles (MPB4)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde Novembro de 2008). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Aquiles Rique Reis
Informação geral
País Brasil

Aquiles Rique Reis (Niterói, RJ, 22 de maio de 1948) é cantor do grupo MPB-4 e escritor. Integrante do grupo desde 1964, era estudante secundarista e para prosseguir a carreira musical, foi tutelado por Ruy Faria até que seu pai lhe concedesse emancipação. Naquela época, a maioridade era atingida aos 21 anos de idade.

Dos quatro integrantes, ele é dotado de sensibilidade emocional fora do comum e de praticidade ao lidar com questões espinhosas, como a negociação das composições musicais com os censores ligados à Ditadura Militar. Entre os anos 1982 e 1985, Aquiles foi eleito presidente pelo Sindicato dos Músicos do Rio de Janeiro. Em 1986, coordenou o projeto "Nordeste, Já", com a gravação de um compacto simples, contando com a participação de vários artistas da Música Popular Brasileira. A verba foi revertida em benefício aos municípios nordestinos.

Aquiles chegou a ser empresário do grupo entre os anos 1988 e 1990, tendo produzido os shows de destaque, como "Amigo é Pra Essas Coisas" (1989), com a participação do seu filho Pedro Reis, e "Niterói, Niterói", nas barcas da cidade de Niterói, em 1990.

Em 2004, lançou o livro "O Gogó de Aquiles", pela Editora Girafa. Assina colunas semanais nas publicações "Meio Norte", de Teresina, e "Jornal da Cidade", de Poços de Caldas e no sítio oficial do MPB-4.

É casado com uma professora, Neuza

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.