Araújo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Araújo ou Araujo ou Araúxo (pronúncia em português: [ɐɾɐˈuʒu], pronúncia em galego: [aɾaˈuʃo]) é um sobrenome Galego e Português. O sobrenome Araújo é de origem toponímica derivado de um lugar perto do Rio Minho onde o Cavaleiro de Cruzada de origem nobre francesa, Don Rodrigo Anes, foi recompensado com terras ibéricas conquistadas durante a Reconquista. A planta venenosa com nome científico Araujia sericifera foi nomeada em homenagem ao botanista António de Araújo e Azevedo, I Conde da Barca (1754–1817). O sobrenome Araújo parece ser um nome habitual em Portugal e pode ser encontrado em várias partes do mundo como por exemplo Portugal, Brasil, Espanha, Angola, Moçambique, Cabo Verde.

História[editar | editar código-fonte]

O progenitor do sobrenome Araújo é Rodrigo Anes, que era senhor das terras conhecidas como Araújo localizadas ao sul do Reino da Galiza em Espanha próximas ao rio Minho. Este rio marcava a fronteira entre o Reino da Galiza e o norte de Portugal, que tinha sido parte do Reino da Galiza no século XII.

Rodrigo Anes, mais conhecido como Rodrigo Anes de Araújo,era descendente de membros das famílias reais do Reino de França e Reino da Burgúndia através de um nobre cavaleiro chamado Jean Tiranoth. Jean Tiranoth com grande número de cavaleiros franceses e burgúndios participaram da Reconquista da Península Ibérica do controle mouro pelo que, por recompensa, foram doadas porções da terra reconquistada.

Jean Tiranoth era contemporâneo de Afonso Henriques o primeiro Rei de Portugal testemunhou a separação do Condado Portucalense do Reino da Galiza em 1139.


O Bispo Malaca, João Ribeiro Gaio, escreveu sobre a localização do cemitério da família Araújo da seguinte forma:

Através de Bitorinho

tem sepulcros já gastados

Araújos afamados

na terra que rega o Minho,

antigos, abalisados.