Araruna (Paraná)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Município de Araruna
Bandeira de Araruna
Brasão de Araruna
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 29 de novembro de 1955 (62 anos)
Gentílico ararunense
Prefeito(a) Leandro Cesar de Oliveira (PPS)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Araruna
Localização de Araruna no Paraná
Araruna está localizado em: Brasil
Araruna
Localização de Araruna no Brasil
23° 55' 55" S 52° 29' 45" O23° 55' 55" S 52° 29' 45" O
Unidade federativa Paraná
Mesorregião Centro Ocidental Paranaense IBGE/2008 [1]
Microrregião Campo Mourão IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Campo Mourão, Cianorte, Farol, Jussara, Peabiru, Terra Boa e Tuneiras do Oeste
Distância até a capital 480 km
Características geográficas
Área 493,190 km² [2]
População 12 356 hab. Censo IBGE/2011[3]
Densidade 25,05 hab./km²
Altitude 610 m
Clima Subtropical
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,732 elevado PNUD/2000 [4]
PIB R$ 176 806,939 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 13 617,29 IBGE/2008[5]

Araruna é um município brasileiro do estado do Paraná.

História[editar | editar código-fonte]

O território onde se encontra o município de Araruna foi palco de inúmeras incursões castelhanas logo após o descobrimento do Brasil, já que, a partir deste período, os padres jesuítas fundaram e mantiveram por longo período suas famosas reduções. Um trecho onde se localiza a sede do município teria sido cortado por um dos ramais do Caminho do Peabiru, uma trilha pré-cabralina criada e utilizada por povos indígenas, que ligava o Chaco no Paraguai ao litoral brasileiro. Em virtude dessa estreita ligação com essa rota milenar, o pequeno e antigo povoado ararunense era conhecido como Caminho do Peabiru.

Mas foi apenas a partir de 1948, com a chegada das famílias de Paulo Toledo, João Antônio Rodrigues, Ernesto e João Martins Tavares, Sebastião Inácio de Faria, José Maria de Faria, Joaquim Emídio de Faria e tantos outros pioneiros que o povoado – inicialmente um sítio demarcado no alto de uma colina – começou a crescer, formando as primeiras lavouras de café e cereais da região.

Em 27 de janeiro de 1951, o povoado de Araruna foi elevado à categoria de Distrito Administrativo de Peabiru, pela Lei № 613. Na época, o neodistrito era formado por algumas casas, pela primeira capela dedicada a Santo Antônio e também por alguns estabelecimentos comerciais, como bares e mercearias.

Finalmente, em 26 de novembro de 1959, por meio da Lei Estadual № 253, foi criado o Município de Araruna. A instalação, contudo, se deu em 29 de novembro de 1955, tendo como primeiro prefeito Darvino Batista Guimarães.

Estrutura administrativa[editar | editar código-fonte]

  • Prefeito: Leandro Cesar de Oliveira
  • Vice: Romildo Joaquim Souza

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 23º55'54" sul e a uma longitude 52º29'47" oeste, estando a uma altitude de 610 metros. Em grande parte do município o solo é arenoso, de baixo pH, e com uma pequena parte de terra roxa no sudeste do município. Tem um clima seco em relação a capital do estado Curitiba, com verão quente e chuvoso e inverno temperado e seco.

Sua população estimada em 2005 era de 13.516 habitantes.

Faz divisas com as cidades de: Jussara (Norte); Terra Boa (Nordeste); Peabiru (Leste); Campo Mourão (Sudeste); Farol (Sul); Tuneiras do Oeste (Sudoeste); Cianorte (Oeste).

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Os principais rios que passam pelo município são:

Bacia do Rio Ivai: Rio Claro, Rio Ligeiro e Rio Guarita.

Bacia do Rio Piquiri: Rio São Vicente, Rio Goio-ere e outros corregos.

Divisões Municipais[editar | editar código-fonte]

Distrido de:

  • São Vicente
  • São Geraldo
  • Nova Brasília


Bairros Urbanos:

  • Centro
  • Beija-flor
  • Jardim Vitória
  • Jardim Esperança
  • Santa Ana
  • Batista Pintro
  • Araucária
  • San Marino
  • Cidade Alta
  • Primavera
  • Alessia

Economia[editar | editar código-fonte]

Agricultura[editar | editar código-fonte]

A base da economia do município está relacionada à atividade agropecuária. Com plantações principalmente de Soja, Milho e Trigo, além de culturas de: Mandioca, Café e Cana-de-Açucar; também conta com pecuária de corte e leite e mais recentemente avicultura.

O principal destino das safras colhidas no município são os dois entrepostos da cooperativa Coamo (Um em Araruna e outro no bairro de Nova Brasília).

Indústria[editar | editar código-fonte]

Existe uma grande quantidade de pequenas e médias indústrias na cidade. As atividades principais deste setor estão vinculadas à produção de alimentos e móveis, além da produção da indústria metalúrgica.

Transportes[editar | editar código-fonte]

As rodovias que passam pelo município são:

Araruna ainda conta com 730 km de estradas rurais, interligando a sede do municípo, a várias comunidades rurais e a municípos vizinhos.

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010. 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010. 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]