Aratuípe

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Aratuípe
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Aratuípe
Bandeira
Brasão de armas de Aratuípe
Brasão de armas
Hino
Gentílico aratuipense
Localização
Localização de Aratuípe na Bahia
Localização de Aratuípe na Bahia
Mapa de Aratuípe
Coordenadas 13° 04' 44" S 39° 0' 07" O
País Brasil
Unidade federativa Bahia
Municípios limítrofes Norte: Santo Antônio de Jesus, Muniz Ferreira e Nazaré.

Oeste: Laje.
Sul: Jaguaripe.
Leste: Baía de Todos-os-Santos (Oceano Atlântico).

Distância até a capital 220 ou 78 (via ferry-boat) km
História
Fundação 9 de junho de 1891 (130 anos)
Aniversário 9 de junho
Administração
Prefeito(a) Antônio Marcos Araújo de Souza (Tone) (PC do B, 2021 – 2024)
Características geográficas
Área total [1] 177,150 km²
População total (IBGE/2010[2]) 8 590 hab.
Densidade 48,5 hab./km²
Clima Não disponível
Altitude 60 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
CEP 44490-000
Indicadores
IDH (PNUD/2010 [3]) 0,575 baixo
PIB (IBGE/2008[4]) R$ 27 624,900 mil
PIB per capita (IBGE/2008[4]) R$ 3 143,48
Outras informações
Padroeiro(a) Nossa Senhora de Santana
Sítio www.aratuipe.ba.gov.br (Prefeitura)

Aratuípe é um município do estado da Bahia, no Brasil. Sua população estimada em 2017 era de 9.171 habitantes.

Topônimo[editar | editar código-fonte]

"Aratuípe" é um termo oriundo da língua tupi. Significa "na água de aratu", através da junção dos termos ara'tu ("aratu")[5], 'y ("água") e pe ("em")[6].

História[editar | editar código-fonte]

Na época da chegada dos colonizadores portugueses, no século XVI, a região era habitada pelos índios tupinambás. Segundo a tradição, o primeiro europeu a habitar a região foi Paulo de Argolo Menezes, que adquiriu sesmarias na região doadas pela coroa portuguesa. Paulo teria fundado o povoado de Santo Antônio na região.[7]

Em 1859, a Igreja Matriz da cidade foi visitada pelo imperador brasileiro dom Pedro II e por sua esposa, dona Tereza Cristina[8].

Em 7 de fevereiro de 1890, foi formado o município de Santana do Aratuípe com territórios desmembrados de Nazaré e de Santo Antônio de Jesus.[7]

Economia[editar | editar código-fonte]

A economia local fundamenta-se na produção artesanal de produtos cerâmicos, como potes, panelas, telhas e tijolos, na extração de piaçava e dendê e culturas agrícolas. Conforme registros na Junta Comercial do Estado da Bahia, possui doze indústrias, ocupando a 133ª colocação no ranking estadual e 25 estabelecimentos comerciais, ocupando a 281ª colocação no ranking estadual. Seu parque hoteleiro registra 28 leitos. Registro de consumo elétrico residencial (quilowatts por habitante): 86,88 - 176º no ranking dos municípios baianos.

Cultura e Artes[editar | editar código-fonte]

Música:
Sociedade Filarmônica Lyra Ceciliana de Aratuípe - Fundada em 20 de junho de 1914.
Sociedade Filarmônica Lyra Conceição (Maragogipinho, distrito de Aratuípe) - Fundada em 20 de maio de 1914.

Literatura:
José Leone - poeta e escritor.
Ester Vasconcelos - professora e poeta.
Silvestre Sobrinho - médico, poeta e escritor.
Antonilda Miranda da Silva - professora e poeta.

Cinema:
Locação para o filme Cidade Baixa (obra rodada em 2005 e premiada no Festival de Cannes, na França).
Hamilton Correia - Crítico de cinema, com trabalhos no rádio e impressos, a partir do final dos anos 50.
João Carlos Sampaio (1970 – 2014) - Crítico de cinema, com trabalho reconhecido nacionalmente, em atividade desde os anos 1990.

Referências

  1. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  2. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil» (PDF). Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 7 de agosto de 2013 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  5. FERREIRA, A. B. H. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. Segunda edição. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986. p.156
  6. http://www.fflch.usp.br/dlcv/tupi/vocabulario.htm
  7. a b http://www.ferias.tur.br/informacoes/372/aratuipe-ba.html
  8. http://www.bahia.com.br/atracao/igreja-matriz-de-nossa-senhora-santana
Ícone de esboço Este artigo sobre um município da Bahia é um esboço relacionado ao WikiProjeto Nordeste do Brasil. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.