Arcebispo de Mitilene

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Arcebispo de Mitilene (Archidiœcesis Mitylenensis) é um título eclesiástico, com a dignidade arquiepiscopal titular, que desde o século XIX é geralmente concedido ao bispo-auxiliar que desempenha as funções de vigário-geral do Patriarcado de Lisboa. O título corresponde à sé titular da antiga arquidiocese católica romana de Mitilene, actualmente integrada na Igreja Ortodoxa Grega.[1] Entre 1718 e 1832 o título associado ao cargo de vigário-geral foi o de Arcebispo de Lacedemónia.[2] Estes títulos arquiepiscopais inseriam-se no privilégio concedido ao Patriarcado de Lisboa do Patriarca ter como Vigário-Geral um Arcebispo-Auxiliar e não um Bispo-Auxiliar como é comum nas Arquidioceses mais importantes.

A última nomeação para arcebispo titular de Mitilene ocorreu a 21 de março de 1978 com D. Maurílio de Gouveia, sendo substituído como vigário-geral do Patriarcado de Lisboa por um bispo auxiliar de Lisboa e sucessivamente ocupado por outros bispos auxiliares sem que houvesse nomeação para esta sé titular. Actualmente o cargo de vigário-geral é ocupado por um cónego da Sé Patriarcal.[3]

Titulares[editar | editar código-fonte]

Os seguintes eclesiásticos foram detentores deste título:[1]

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.

Notas

  1. a b Mitylene (Titular See) - Catholic Hierarchy.
  2. Teresa Ponces, D. António Caetano Maciel Calheiros, Arcebispo de Lacedemónia: notas para uma biografia pessoal e institucional, Lusitania Sacra. Lisboa. ISSN 0076-1508. 2ª S. 18 (2006) 531-549, Centro de Estudos de História Religiosa - Universidade Católica Portuguesa
  3. Algumas normas transitórias de organização pastoral, 2010, Patriarcado de Lisboa