Argentina nos Jogos Sul-Americanos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Argentina nos Jogos Sul-Americanos

Comitê Olímpico Nacional (CON)
Código do COI ARG
Nome Comitê Olímpico Argentino
Site oficial
Medalhas
Pos.
Medalha de ouro
887
Medalha de prata
758
Medalha de bronze
723
Total de medalhas
2 368
Participações nos Jogos Sul-Americanos
19781982198619901994199820022006201020142018
Praia: 200920112013

A Argentina é uma das nações que tem participado dos Jogos Sul-Americanos desde a sua primeira edição realizada em La Paz, capital da Bolívia, em 1978. O país possui sete títulos no quadro de medalhas deste evento, tendo sido superado em quatro edições destes jogos, sendo duas destas ocasiões para o Brasil (2002 e 2014) e duas para a Colômbia (2010 e 2018).

A nação é representada pelo Comitê Olímpico Argentino, tendo sido a anfitriã em duas ocasiões, em 1982 e 2006.

Delegação[editar | editar código-fonte]

Em Santiago-2014, a Argentina contou com um total de 515 atletas em sua delegação, sendo superada apenas pelos anfitriões chilenos em tal ocasião.[1] Tal fato ocorreu novamente em Cochabamba-2018, quando o total de desportistas argentinos (534) foi superado unicamente pelos anfitriões bolivianos (617).

Quadro de Medalhas[editar | editar código-fonte]

Segue-se, abaixo, o histórico da Argentina nos Jogos Sul-Americanos.[2][3][4]

Ano Nação Cidade Posição Medalha de ouro Ouro Medalha de prata Prata Medalha de bronze Bronze Total
1978 Bolívia La Paz 1/8 91 53 45 189
1982 Argentina Rosario 1/10 114 92 66 272
1986 Chile Santiago 1/10 80 44 45 169
1990 Peru Lima 1/10 68 73 46 187
1994 Venezuela Valencia 1/14 105 61 52 218
1998 Equador Cuenca 1/14 101 60 74 235
2002 Brasil Brasil 3/14 76 89 80 245
2006 Argentina Buenos Aires 1/15 107 96 89 292
2010 Colômbia Medellín 4/15 57 73 107 237
2014 Chile Santiago 4/14 46 57 56 159
2018 Bolívia Cochabamba 4/14 42 60 63 165
2022 Paraguai Assunção
Total 887 758 723 2368

Desempenho[editar | editar código-fonte]

Por sete vezes, sendo seis delas consecutivas, a Argentina terminou os Jogos na liderança do quadro de medalhas. Seus maiores recordes foram obtidos nas duas vezes em que sediou este evento, sendo eles o do total em medalhas de ouro obtidas (114 em 1982) e na quantidade de pódios conquistados (292 em 2006).

O quarto posto em Medellín-2010 foi a mesma colocação obtida no quadro de medalhas pela Argentina nas duas edições seguintes, em 2014 (que o país teve seu menor número de pódios conquistados, sendo 159 ao todo)[3] e 2018.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Con 644 deportistas Colombia buscará el título de los IX Juegos Suramericanos Consultado em 10-03-2010
  2. «Cuadro de medallas». Consultado em 8 de março de 2010. 
  3. a b «MEDALLERO ARGENTINO EN LOS X JUEGOS SURAMERICANOS SANTIAGO 2014». www.coarg.org.ar (em espanhol). Consultado em 13 de fevereiro de 2018. 
  4. «Medallería - XI Juegos Suramericanos Cochabamba 2018». ODESUR Cochabamba 2018 (salvo em Web Archive). 9 de junho de 2018. Consultado em 8 de junho de 2018. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]