Argus (revista)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Argus: Revista Mensal Ilustrada
Categoria Revista
País Portugal Portugal
Idioma Português europeu
Primeira edição 1907

Argus: revista mensal ilustrada, foi publicada no Porto entre Maio e Julho de 1907, sendo o seu proprietário Mário Antunes Leitão e o seu diretor Abílio Campos Monteiro, o qual, na primeira crónica de abertura da revista, explica a escolha do título “Argus”, retirado da mitologia grega. Quanto ao seu recheio, trata-se de uma revista ilustrada de forte cariz literário e cultural, aspeto este sempre evidente nas capas dos três e únicos números publicados, através das fotografias de escritores de renome realçadas em primeiro plano. Mas não só a literatura ocupa a Argus: teatro, música, crónicas, sports e novas leituras também enchem as suas páginas: “o preenchimento do corpus da revista era feito, tendo em conta uma prospeção de interesses socialmente alargados”. Na colaboração da Argus constam os nomes de: Eduardo de Noronha, Ruy Barbosa, Gomes Leal, Manuel Monterroso, Alexandre da Conceição, Francisco Braga. [1]

Referências

  1. Helena Roldão (17 de junho de 2014). «Ficha histórica: Argus:revista mensal ilustrada (1907).» (pdf). Hemeroteca Municipal de Lisboa. Consultado em 17 de Setembro de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre meios de comunicação é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.