Arimateia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Arimateia (em grego antigo: Ἁριμαθαία) foi uma cidade de Judá, de acordo com o evangelho de Lucas.[1] Onde viveu José de Arimateia, que doou a caverna do túmulo em Jerusalém para o sepultamento de Jesus.

Localização[editar | editar código-fonte]

Não se sabe com certeza onde estava localizado Arimatéa ou a que cidade atual correspondente. Tem sido especulado que é a mesma população que Rama mencionada no Livro de Josué (Josué 18:25, pertencente à tribo de Benjamim) ou o Ramataim do Primeiro Livro de Samuel (1 Samuel 1: 1, pertencente à Tribo de Efraim e berço de o Profeta Samuel)[2].

A Encyclopedia of Islam argumentou que os cruzados identificaram Ramla, uma cidade medieval fundada por volta de 705-715 dC pelos Umayyad em terra no que outrora fora a colônia de Dan, com Ramathaim e Arimathea, e mudou o nome da cidade para Arimateia.[3] Estudiosos de Onomástica identificaram o grego "Arimatéia" como derivado do antigo nome de lugar hebraico transliterado para o grego,[4] como o mais antigo nome hebraico "Ramathaim Sophim", atestado na Bíblia hebraica, foi traduzido para o grego na antiga Septuaginta como Αρμαθαιμ Σιφα (Armathaim Sipha).[5]


Ver mais[editar | editar código-fonte]

  • Yoel elizur, זיהויין de "Terra néctar" e"nível de" cidade de Samuel, em: Zeev erlich (ed.), "antes de Efraim e Benjamim e Manassés...", arquivo de estudos e descobertas em geografia-história, Jerusalém, o Conselho Regional de mateh Binyamin, pagamentos de apoio, pp. 116-101.

Referências

  1. הבשורה על פי לוקס, כג, 50.
  2. CAMUS, Émile Le: The life of Christ, 1908.
  3. Encyclopedia of Islam, artigo "al-Ramla".
  4. Eusebius of Caesarea, Onomasticon (1971), pp. 1–75, note 144. Translated by Carl Umhau Wolf.
  5. Septuagint (LXX) translation of I Kings 1