Ariobarzanes II de Cio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ariobarzanes
Morte 337 a.C.
Ocupação sátrapa

Ariobarzanes (em grego clássico: Ἀριoβαρζάνης; – 337 a.C.) sucedeu seu parente ou pai, Mitrídates ou, alternativamente, sucedeu outro Ariobarzanes I de Cio, como governante da cidade grega de Cio, na Mísia, governando por vinte e seis anos, entre 363 e 337 a.C. em nome dos persas.[1] Foi aparentemente sua família que, em meados da década de 360 a.C. se revoltou contra Artaxerxes II, terminando por derrotá-lo em 362 a.C. Foi sucedido, como governante de Cio, por Mitrídates, possivelmente seu filho, ou sem dúvida, um parente, talvez um irmão mais novo.

Este Ariobarzanes não pode ter sido o sátrapa Ariobarzanes da Frígia, que se revoltou e foi morto em c. 362 a.C. por crucificação. Sendo provavelmente um parente, no entanto, aquele Ariobarzanes é chamado por Diodoro de sátrapa da Frígia,[2] e por Nepos, sátrapa da Lídia, Jônia e Frígia.[3] Ele revoltou-se contra Artaxerxes II na década de 360 a.C. Demóstenes fala que Ariobarzanes da Frígia e seus três (ou dois?) filhos, nos últimos tempos, se tornaram cidadãos de Atenas.[4] Ele o menciona novamente no ano seguinte e diz que os atenienses enviaram Timóteo em seu auxílio; mas, quando o general ateniense viu que Ariobarzanes estava em revolta aberta contra o rei, se recusou a ajudá-lo.[5] Provavelmente o outro Ariobarzanes ocupou algum alto cargo na corte persa em 368 a.C., pois pode-se encontrá-lo, aparentemente em nome do rei, enviando uma delegação diplomática para a Grécia em 368 a.C.[6]

Notas

Referências

  • Este artigo incorpora texto (em inglês) da Encyclopædia Britannica (11.ª edição), publicação em domínio público.
  • Wikisource-logo.svg Vários autores (1911). «Ariobarzanes». In: Chisholm, Hugh. Encyclopædia Britannica. A Dictionary of Arts, Sciences, Literature, and General information (em inglês) 11.ª ed. Encyclopædia Britannica, Inc. (atualmente em domínio público) 
  • Cornélio Nepos, Lives of Eminent Commanders, John Selby Watson (tradutor), (1886)
  • Demóstenes, Speeches, C. A. Vince & J. H. Vince (tradutores), Cambridge—Londres, (1926)
  • Diodoro Sículo, Bibliotheca, C. H. Oldfather (tradutor), Cambridge, MA—Londres, (1989)
  • Smith, William (editor); Dictionary of Greek and Roman Biography and Mythology, “Ariobarzanes II”, Boston, (1867)
  • Xenofonte, Hellenica, Cambridge, MA—Londres, (1985-86)