Armadilha da renda média

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A armadilha de renda média é uma situação de desenvolvimento econômico teórico, na qual um país que atinge uma certa renda (devido a certas vantagens) fica preso nesse nível.[1]

Dinâmica[editar | editar código-fonte]

De acordo com esta ideia, um país na armadilha de renda média perdeu sua vantagem competitiva na exportação de bens manufaturados por causa do aumento dos salários. No entanto, é incapaz de acompanhar as economias mais desenvolvidas no mercado de alto valor agregado. Como resultado, as economias recém industrializadas, como a África do Sul e o Brasil, não deixaram, por décadas, o que o Banco Mundial define como "faixa de renda média", já que seu produto nacional bruto per capita se manteve entre 1.000 e 12.000 dólares.[1] Elas sofrem com baixo investimento, crescimento lento na indústria secundária, diversificação industrial limitada e condições precárias de mercado de trabalho.[2]

Soluções[editar | editar código-fonte]

Evitar a armadilha da renda média implica identificar estratégias para introduzir novos processos e encontrar novos mercados para manter o crescimento das exportações. Aumentar a demanda doméstica também é importante - uma classe média em expansão pode usar seu poder de compra crescente para comprar produtos inovadores de alta qualidade e ajudar a impulsionar o crescimento.[3]

O maior desafio é passar do crescimento impulsionado por recursos, que depende da mão de obra barata e do capital para crescer com base em alta produtividade e inovação. Isto requer investimentos em infraestrutura e educação - a construção de um sistema educacional de alta qualidade que estimule a criatividade e apoie avanços científicos e tecnológicos.[4]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Graphic detail Charts, maps and infographics (22 de dezembro de 2011). «Asias Middle Income Trap». Economist.com. Consultado em 11 de agosto de 2014 
  2. «Indonesia risks falling into the Middle Income trap». Adb.org. 27 de março de 2012. Consultado em 11 de agosto de 2014. Arquivado do original em 30 de julho de 2014 
  3. «Seminar on Asia 2050». Adb.org. 18 de outubro de 2011. Consultado em 11 de agosto de 2014 
  4. «Asia 2050: Realizing the Asian Century». Adb.org. 9 de maio de 2013. Consultado em 11 de agosto de 2014 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • "The Middle-Income Trap. Mixed-Income Myths," The Economist October 17th -- 13th 2017, pp. 6-8.
  • Yeldan, Erinç, Kamil Tascı, Ebru Voyvoda and Emin Ozsan (2013) “Escaping the Middle Income Trap: Which Turkey?” Turkish Enterprise and Business Confederation (TURKONFED), Istanbul.