Armando Calderón Sol

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Gnome globe current event.svg
Este artigo ou seção se refere ou tem relação com alguém que morreu recentemente.
A informação apresentada pode mudar com frequência. Não adicione especulações, nem texto sem referência a fontes confiáveis. (Editado pela última vez em 11 de outubro de 2017.)
Twemoji 1f464.svg
Armando Calderón Sol
Armando Calderón Sol
Presidente de El Salvador
Período 1 de junho de 1994 - 1 de junho de 1999
Antecessor(a) Alfredo Cristiani
Sucessor(a) Francisco Flores Pérez
Dados pessoais
Nascimento 24 de junho de 1948
San Salvador, El Salvador
Morte 9 de outubro de 2017 (69 anos)
Houston, Texas, Estados Unidos
Primeira-dama Elizabeth Aguirre de Calderón[1]
Partido ARENA
Profissão advogado, empresário e político

Armando Calderón Sol (1948  – 9 de outubro de 2017[2]) foi um advogado, empresário e político, foi presidente de El Salvador entre 1994 e 1999.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Armando Calderón Sol nasceu em San Salvador. Em 1977 recebeu um doutorado em Jurisprudência e Ciências Sociais. Ele é advogado e homem de negócios. Foi um dos fundadores da Aliança Republicana Nacionalista - ARENA em setembro de 1981. Foi Prefeito de San Salvador (1988-1994).

Apresentou-se como candidato presidencial nas eleições de 20 de março de 1994, mas não atingiu a maioria no primeiro turno, tendo que competir na segunda rodada eleitoral de 24 de abril com o candidato de esquerda, Rubén Zamora, da coalizão FMLN-CD. Depois de vencer na segunda eleição, tomou posse em 1º de junho de 1994. A Calderón coube implementar vários pontos pendentes da aplicação dos Acordos de Paz de Chapultepec como a divisão da Polícia Nacional Civil e a desmobilização da antiga Polícia Nacional.

Junto com seus conselheiros econômicos, Juan José Daboub e Manuel Enrique Hinds, Calderón Sol pôs em marcha uma série de medidas neoliberais, como a privatização das companhias telefônicas e de distribuição elétrica e dos fundos de pensões, até então de propriedade governamental. Durante seu gerenciamento, o território salvadorenho foi assolado pela passagem do Furacão Mitch, que provocou importantes danos na infra-estrutura do país. Terminado seu mandato, em 1 de junho de 1999, Calderón Sol passo a ser Deputado do Parlamento Centroamericano. Desde então manteve um alto perfil político e ocupou o cargo de presidente honorário da ARENA.

Referências

  1. «zedillo.presidencia.gob.mx - discursos» 
  2. «Morre aos 69 anos ex-presidente de El Salvador Armando Calderón Sol». UOL Notícias. 9 de outubro de 2017. Consultado em 10 de outubro de 2017 
Precedido por
Alfredo Cristiani
Presidente de El Salvador
1994 - 1999
Sucedido por
Francisco Flores Pérez