Armando Freitas Filho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Armando Freitas Filho
Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil
Nome completo Armando Martins de Freitas Filho
Nascimento 1940 (77 anos)
Rio de Janeiro,  Brasil
Residência Rio de Janeiro
Prémios Prémio Jabuti 1986

Prêmio Literário da Fundação Biblioteca Nacional (2013)

Género literário Poesia
Movimento literário Pós-modernismo
Magnum opus Uma antologia

Armando Martins de Freitas Filho (Rio de Janeiro, 1940) é um poeta brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Foi pesquisador na Fundação Casa de Rui Barbosa, secretário da Câmara de Artes no Conselho Federal de Cultura, assessor do Instituto Nacional do Livro, no Rio de Janeiro, pesquisador na Fundação Biblioteca Nacional, assessor no gabinete da presidência da Funarte, onde se aposentou.

Em 2003 publicou Máquina de escrever — poesia reunida e revista (19632003), onde comemora 40 anos de carreira. Recebeu, em 1986, com o livro 3x4, o prêmio Jabuti e em 2000, com o livro Fio terra, o prêmio Alphonsus de Guimaraens, concedido pela Biblioteca Nacional. Em 2001 ganhou a Bolsa Vitae de Artes. Em 2006 publicou Raro mar.

Em 1979, publicou o ensaio Poesia vírgula viva, no livro Anos 70 - Literatura, no qual faz um panorama da poesia brasileira desde os anos 50. É o organizador da obra de Ana Cristina César.

Obras[editar | editar código-fonte]

  • 1963 Palavra, poesia
  • 1966 Dual, poesia
  • 1970 Marca registrada, poesia
  • 1975 De corpo presente, poesia
  • 1979 À mão livre, poesia
  • 1982 Longa vida, poesia
  • 1985 3x4, poesia
  • 1988 De cor, poesia
  • 1991 Cabeça de homem, poesia
  • 1994 Números anônimos, poesia
  • 1997 Duplo cego, poesia
  • 2000 Fio terra, poesia
  • 2003 Máquina de escrever — poesia reunida e revista
  • 2006 Raro mar, poesia
  • 2009 Lar, poesia
  • 2013 Dever, poesia
  • 2016 Rol, poesia

Prêmios[editar | editar código-fonte]

2014 Competição País Livro Colocação
1986 Brazil Prêmio Jabuti Brasil 3x4 Vencedor
2000 Brazil Prêmio Alphonsus de Guimaraens Brasil Fio Terra Vencedor
2003 Brazil Prêmio Jabuti Brasil Máquina de Escrever 3o. lugar
2007 Brazil Prêmio Jabuti Brasil Raro Mar 3o. lugar
2010 Brazil Prêmio Portugal Telecom de Literatura Brasil Lar 3o. lugar
2011 Brazil Prêmio Moacyr Scliar Brasil Lar Menção honrosa
2014 Brazil Prêmio Alphonsus de Guimaraens Brasil Dever Vencedor
2014 Brazil Prêmio Alceu Amoroso Lima - Poesia e Liberdade[1] Brasil Vencedor

Referência[editar | editar código-fonte]

  • COUTINHO, Afrânio; SOUSA, J. Galante de. Enciclopédia de literatura brasileira. São Paulo: Global
  • Poetas na Biblioteca. Memorial da América Latina. [1]