Armando José Fernandes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Armando José Fernandes
Nascimento 26 de julho de 1906
Lisboa
Morte 3 de maio de 1983 (76 anos)
Nacionalidade Portugal Português
Ocupação Compositor

Armando José Fernandes (Lisboa, 26 de julho de 19063 de maio de 1983) foi um compositor português, dos mais representativos da música do século XX português, no movimento modernista. Pianista e autor de música de câmara a partir de 1943 (data de uma sonata para violoncelo e piano, com dedicatória a Madalena de Sá e Costa), de um concerto para violino e orquestra e de numerosas obras para piano.

A sua obra, de carácter intimista, é pontuada esporadicamente por passagens que exigem grande virtuosismo.

Vida[editar | editar código-fonte]

Armando José Fernandes, foi um compositor neoclássico Português; com Jorge Croner de Vasconcelos, Fernando Lopes-Graça, e Pedro do Prado, o "grupo dos quatro" que dominaram a música dos meados do século XX Português.[1]

Depois de estudar no Conservatório Nacional de Lisboa, ganhou uma bolsa de três anos em Paris, onde se tornou aluno de, entre outros, Nadia Boulanger.[2]

Originalmente formado como concertista de piano, Fernandes passou a concentrar-se mais na composição e ensino. Compôs, entre outras obras, uma sonata para violoncelo, um concerto violino, e inúmeras peças de piano. Os seus trabalhos, geralmente de carácter intimista, ocasionalmente contém passagens virtuosísticas. Tem sido descrito como "seguidor de um caminho neoclássico mais convencional, embora com grande sutileza".[3] A maioria de suas obras foi escrita para a emissora de rádio nacional.

A partir de 1940 em diante lecionou na Academia de Amadores de Música, em Lisboa, e de 1953 a 1976 no Conservatório Nacional de Lisboa.[4]

O seu espólio musical encontra-se na Biblioteca Nacional de Portugal. [5]

Obras[editar | editar código-fonte]

Música orquestral[editar | editar código-fonte]

  • Terramoto de Lisboa (1961)
  • Suite (Orquestra de Cordas, 1950)

Bailado[editar | editar código-fonte]

  • O Homem do Cravo na Boca (1941)

Música Concertante[editar | editar código-fonte]

  • Suite Concertante (Cravo e Orquestra de Câmara, 1967)
  • Concerto de Piano (Versão para Piano e Orquestra Sinfónica, 1966)
  • Concerto de Piano (Versão para Piano e Orquestra de Cordas, 1951)
  • Concerto de Violino (Violino e Orquestra, 1948)
  • Fantasia sobre Temas Populares Portugueses (2ª Versão para Piano e Orquestra, 1945)

Música de câmara[editar | editar código-fonte]

  • Sonata a Tre (Violino, Violoncelo e Piano, 1980)
  • Quarteto com Piano (Trio de Cordas e Piano, 1956)
  • Quinteto com Piano (Quarteto de Cordas e Piano, 1953)
  • Sonata (Violino e Piano, 1946)
  • Sonatina (Viola e Piano, 1945)
  • Sonata (Violoncelo e Piano, 1943)

Música vocal/coral[editar | editar código-fonte]

  • Ode de Horácio (Conjunto Vocal, 1937)
  • Canção do Mundo Perdido (Voz Aguda e Piano, 1937)
  • Três Canções Populares (Versão para Voz Aguda e Piano , 1942)
  • Três Canções Populares (Versão para Voz Aguda e Orquestra, 1942)

Música para piano[editar | editar código-fonte]

  • Fandango
  • Hommage à Fauré
  • Introdução e Marcha (1980)
  • Prelúdio e Fuga (1943)
  • Sonatina (1941)
  • Três Peças (1937)
  • Cinco Peças Breves (1932)
  • Scherzino Op. 4 (1930)
  • Sonata op. 2 (1929)
  • Cinco Prelúdios Op. 1 (1928)

Arranjos[editar | editar código-fonte]

  • Sonata em Ré menor de Carlos Seixas (Arranjo para 2 Pianos, 1966)
  • 25 Tocatas e 7 Minuetes Desconhecidos (Cravo ou Piano, 1973)

Prémios[editar | editar código-fonte]

  • Prémio Moreira de Sá de composição (1944)
  • Prémio do Círculo de Cultura Musical (1946)

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Ávila, Humberto (coord.), Catálogo geral da música portuguesa: Repertório contemporâneo, Lisboa, 1978–1980.
  • Barreiros, Nuno, Semana Armando José Fernandes, Lisboa, 1988.
  • Latino, Catarina, "Fernandes, Armando José", Enciclopédia da Música em Portugal no Séc. XX, Círculo de Leitores e Temas e Debates, 2010, Vol. 2, pp. 471-472.
  • Picoto, José Carlos e Adriana Latino, "Fernandes, Armando José", The New Grove Dictionary os Music and Musicians, 2ª edição, Londres, MacMillan, 2001.

Referências

  1. Ivan Moody, "Mensagens: Portuguese Music in the 20th Century". Tempo. New Series, 198 (1996). p. 4. Available on JSTOR to subscribers. Acesso em 24 dezembro 2007.
  2. Francis D. Perkins, "Music in Portugal Today". The Musical Quarterly 51:1, Special Fiftieth Anniversary Issue: Contemporary Music in Europe: A Comprehensive Survey (1965), p. 42. Available on JSTOR to subscribers. Acesso em 24 dezembro 2007.
  3. Moody, "Mensagens (see above)
  4. José Carlos Picoto and Adriana Latino: 'Fernandes, Armando José', Grove Music Online, edição L. Macy. Acesso em 22 dezembro 2007.
  5. http://catalogo.bnportugal.pt/ipac20/ipac.jsp?session=145C7664566YR.51727&profile=bn&source=~!bnp&view=subscriptionsummary&uri=full=3100024~!1783463~!18&ri=13&aspect=basic_search&menu=search&ipp=20&spp=20&staffonly=&term=Fernandes,+Armando+José,+1906-1983&index=AUTHOR&uindex=&aspect=basic_search&menu=search&ri=13
  • Biblioteca Nacional, Centro de Estudos Museológicos: Armando José Fernandes 1906-1983. Fernando Lopes Graça 1906-1994: mostra bibliográfica. Lisboa: Biblioteca Nacional, 2006. (português)
  • Scores and recordings catalogued on Worldcat. Consultado em 24 dezembro 2007.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]