Arnaut

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Arnaut (Em Turco Otomano: آرنائود) é um termo turco utilizado para designar os albaneses.[1] Em turco moderno, o termo é usado como Arnavut (pl Arnavutlar.) e não deve ser confundido com o nome francês "Arnaud".

Atualmente esse termo turco é utilizado na península dos Balcãs, de onde parte sua origem e vem do termo grego Arvaniti que por sua vez é utilizado para designar os povos Arvanítes (grego: Αρβανίτες, Arvanitika: Arbëreshë ou Αρbε̰ρεσ̈ε̰).

Os Arvanites são um grupo étnico Grego com origem na Albânia que colonizaram a vizinha Grécia durante o final da Idade Média, entre os anos 1300 e 1600.

Acredita-se que saíram da Albânia em repúdio a islamização imposta pelo império otomano e foram o elemento dominante de algumas regiões do Peloponeso e Ática até o século XIX. Hoje se auto-identificam como gregos, como resultado de um longo processo de assimilação.

Porém, historicamente é uma palavra dotada de significados diferentes a depender do contexto, por exemplo, formações de mercenários do Império Otomano foram chamados Arnaut's, mas este era um termo genérico, visto que haviam guardiões que foram compostos por: Gregos, albaneses, sérvios e búlgaros, que eram contratados como guarda-costas.[2]

No uso Turco-Otomano: آرنائود, foi utilizado para designar os albaneses.[3] No turco moderno, o termo é utilizado como Arnavut (pl Arnavutlar.)

No uso servo-croata, a palavra Arnaut(in) similarmente foi utilizada com conotação pejorativa significando: "mal", "malicioso", "assassino"; usado como uma alcunha.[4]

Por exemplo, uma família sérvia tem o sobrenome Arnautović com origem a partir de um ancestral que era um assassino e foi apelidado de "Arnautin".[5]

Nos Principados do Danúbio foi também utilizado para designar várias unidades de mercenários.[6]

Já na Ucrânia, os albaneses que viviam em Budjak e mais tarde também se instalaram no litoral de Zaporizhia Oblast também são conhecidos como Arnauts.[7] Inclusive na cidade de Odessa na Ucrânia tem duas ruas com esse nome: A "Rua Grande Arnaut" e a "Rua Pequeno Arnaut".[7]

No Nordeste brasileiro raras pessoas tem o sobrenome Arnaut/Arnaud. Quem o tem geralmente é descendente do judeu Askenazi holandês Arnaud Florentz Boeyens Van Holand (nome aportuguesado: Arnaut de Hollanda, caligrafia atual: Arnaud de Holanda). Muitas vezes por conta da perseguição da igreja católica aos judeus na época da inquisição essas pessoas podem ter mudado seu sobrenome a exemplo da família nordestina "Olympio da Rocha" que antes se chamava "Correia Arnaut". Sabe-se que essas famílias guardam um parentesco com nordestinos que tem sobrenome Holanda/Hollanda (ou "de Holanda") que também descendem de "Arnaud de Holanda" e de outros holandeses que habitaram a região. Em outras partes do Brasil esse sobrenome tem origem em alcunha que chegou a Portugal no século XVI, através do inglês Guilherme Arnaut, um cavaleiro de prestígio, cuja descendência chegou em parte ao Brasil. Teria emigrado para Portugal, integrando a comitiva da casa de Lencastre, que daria o apoio à rainha de Portugal, a britânica D. Filipa Lencastre. O apelido Arnaut poderá ter sofrido uma evolução no tempo, pois outrora deveria ser designado de Harnhalt e teria raíz flamenco/germânico.

Sobrenomes derivados de Arnaut[editar | editar código-fonte]

  • Arnautski (Povos Eslavos)
  • de Arnaut (português)
  • Arnautović e Arnautić (servo-croata)
  • Arnaudov (macedônio)
  • Arnaoutis (grego)
  • "Arnautov" ou "Arnaudov" (búlgaro)
  • Arnăutu (romeno)
  • al-Arnaut ( em árabe: ارناؤوطي, ارناؤوط, ارناوطي )
  • Harnhalt (flamenco/germânico)

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Arnaut at the Free Dictionary
  2. Gordon Thomas, History of the Greek revolution, 1844, London & Edinburgh, 2nd edition, volume 1, page 95.
    "Incluído sob o termo genérico de Arnauts, ele foi recrutado a partir Roumeliote gregos, albaneses, búlgaros e Servos, que atuavam como guarda-costas para os príncipes, os grandes funcionários, e até mesmo os Boyards simples."
  3. Arnaut at the Free Dictionary
  4. Glasnik Srbskog učenog društva. [S.l.: s.n.] 1878. p. 347. зову Арнаут, Арнаутка, па од тог назива доцније им потомци прозову се Арнаутовићи. [...] Арнаучићи зли, пакосни и убојити. 
  5. Srpska Kraljevska Akademija Umetnosti (1903). Srpski etnografski zbornik. 5. [S.l.]: Srpska Kraljevska Akademija Umetnosti. p. 1022. Арнаутовићи су добили то презиме ио томе, што је један од њихових предака био убојица, те га прозвали Арнаутин, а отуда и презиме Арнаутовићи 
  6. Alan W. Fisher, The Russian Annexation of the Crimea 1772-1783, Cambridge University Press, I970, pp. 94, 95.
  7. a b Seven ethnographical miracles of Ukraine. Ukrayinska Pravda. May 13, 2014
Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um(a) historiador(a) é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.