Arp Schnitger

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Arp Schnitger (Schmalenfleth, 2 de julho de 1648 - 28 de julho de 1719) foi o maior e mais influente construtor de órgãos alemão. Atuou primeiramente no norte da Europa, especialmente nos Países Baixos e Alemanha, onde parte de seus instrumentos ainda estão em atividade, mas alguns de seus orgãos também podem ser encontrados em Portugal, Brasil, Inglaterra, Rússia e Espanha.[1]

A importância de Schnitger para a história da construção de órgãos não pode ser subestimada, pois foi um dos mais prolíficos contrutores de órgãos do norte da Europa e período Barroco, com mais de 170 instrumentos produzidos e vendidos, um dos maiores níveis do seu tempo.[1] [2]

Vida[editar | editar código-fonte]

Filho do mestre Arp Schnitger e Catarina Schnitger, Arp Schnitger foi especialmente influenciado pela tradição familiar já que seu pai, mestre marceneiro, trabalhou na construção de caixas de órgãos.[2]

Os primeiros registros sobre a família, marceneiros em Golzwarden, Oldenburg, datam de por volta de 1600 e o sobrenome seria referência à profissão: entalhador, Schnitzer, Schnitker, Schnitger.[2]

Em 1662, aos 14 anos, iniciou a atividade de marcenaria com o pai, mas também frequentou um ginásio, pois tinha noções de latim, conforme exemplar de livro encontrado em sua biblioteca.[2]

A partir de 1666, mudou-se para Glückstadt, Holstein, Dinamarca, um grande centro cultural na época, quando passou a aprender o ofício de organeiro com o primo Berendt Huss. Permaneceu durante 5 anos como aprendiz e, mais tarde, assumiu a oficina como capataz até a morte de Huss em 1676.[2]

Como aprendiz do primo participou da construção dos órgãos de São Cosme e São Vivaldo em Stade, este finalizado após a morte do mestre, embora o órgão tenha sido destruído por um raio em 1727.[2]

Em 1665, casou com Gertrud Otte e tornou-se dono de uma casa em Neuenfelde, próximo de Hamburgo.

Executou vários trabalhos na região de Stade e, conforme tradição da época, ao construir um instrumento, se mudava com toda a oficina para o local que receberia o órgão, já que o órgão era praticamente construído dentro do templo.[2]

Em 1682, transferiu-se para Hamburgo provavelmente para construção do órgão de São Nicolau.[2]

Em 1701, o aprendiz e oficial de Schnitger Johann Heinrich Hulenkampf fixou-se em Lisboa, Portugal, para instalar o órgão que está instalado na Igreja do Mosteiro crúzio de São Salvador de Moreira, Concelho da Maia.[3]

Dos cinco filhos do primeiro casamento, sendo três homens e duas mulheres, três seguiram a atividade de organeiros.[2]

Estilo[editar | editar código-fonte]

Schnitger integra a tradição da Renascença e do início do Barroco para a construção de órgãos com estilo próprio.[1]

Seu estilo influenciou outros construtores de órgãos e é visível em outros trabalhos realizados do século XVIII ao XIX.[1]

Os organeiros dos séculos XVII e XVIII não empreendiam um volume considerável de produções em decorrência do nível tecnológico e condições de trabalho do período, mas o desenvolvimento produtivo de Schnitger, ao contrário, é considerado inacreditável.[1]

Órgãos remanescentes[editar | editar código-fonte]

Período Cidade Igreja Fotos Manuais Pontos Participação de Schnitger
1668–75/88 Stade (Alemanha) Igreja de São Cosme e Damião Stade Cosmae Orgel.JPG III/P 42 caixa, prospecto, 35 pontos (8 parcialmente)
1677–79 Bülkau (Alemanha) Igreja de São João Batista Buelkau orgel.jpg I 10 (?) caixa, prospecto; atualmente II/P/22
1678–79/1709 Jork (Alemanha) Igreja de São Matias Jork St. Matthias Kirchenschiff.jpg III/P 35 caixa, prospecto; atualmente II/P/22
1680 Lower Saxony (Alemanha) Igreja de São Pedro e Paulo Cappel 02.jpg II/P 30 caixa, prospecto, 18 pontos, 10 outros pontos foram reutilizados por Schnitger
1678–82 Oederquart (Alemanha) St. Johannis Oederquart Orgel.jpg III/p 28 caixa, prospecto; atualmente II/P/17
1682–83 Lüdingworth (Alemanha) São Jacob St.-Jacobi (Lüdingworth) 002.jpg III/P 35 caixa, prospecto, 14 pontos (completos ou parcialmente), os tubos mais antigos foram reutilizados por Schnitger (metade do órgão)
1684 Elmshorn (Alemanha) São Nicolau Elmshorn Kirche Innen 1.jpg II/P 23 case; today III/P/33
1686 Hamburgo-Bergstedt (Alemanha) Igreja Kberg schnitger orgel.jpg I 8 caixa, 2-3 pontos
1687 Blankenhagen (Alemanha) Igreja de Village Blankenhagen Orgel.jpg II/p 12 caixa, 4-5 pontos
1687 Steinkirchen (Alemanha) São Nicolau e Martinho Steinkirchen Orgel.jpg II/P 28 caixa, prospecto, 13 pontos e mais 8 parcialmente
1683–88 Hamburgo-Neuenfelde (Alemanha) São Pancrácio St Pankratius P7250062-LF.JPG II/P 34 caixa, prospecto, 18 pontos
1688 Mittelnkirchen (Alemanha) São Bartolomeu Mittelnkirchen Orgel Spieltisch.JPG II/p 22 6-8 pontos; atualmente II/P/32
1688–90 Hollern (Alemanha) São Maurício Hollern Orgel.jpg II/P 24 caixa, prospecto, 13 pontos (completos ou parcialmente)
1686–88/1691–92 Norden (Alemanha) São Ludgero (santo) 2009 07 Norden Ludgerikirche Arp-Schnitger-Orgel.JPG III/P 46 caixa, 13 pontos, 8 pontos mais atngiso reutilizados por Schnitger
1691–92 Groningen (Holanda) Martinikerk Orgel Martinikerk Groningen.jpg III/P 39 caixa do pedal, prospecto, 6 pontos, sendo os mais antigos reutilizados; atualmente III/P/52
1689–93 Hamburgo (Alemanha) São Jacob Arp Schnitger organ St. Jacobi Hamburg.jpg IV/P 60 43 pontos (completos e parciais), alguns reutilizados
1693 Groningen (Holanda) Pelstergasthuiskerk Groningen Pelstergasthuiskerk orgel.jpg II/p 20 caixa, 2 registros (7 parciais)
1693 Eutin (Alemanha) castelo Eutin kapell orgel 2013a.jpg I 9 caixa
1693–94 Grasberg (Alemanha) Igreja de Luth Grasberg Schnitger Orgel.jpg II/P 21 caixa, 14 pontos
1695–96 Noordbroek (Holanda) Hervormde Kerk Noordbroek orgel.jpg II/P 20 caixa, 10-11 pontos; atualmente II/P/24
1695–96 Harkstede (Holanda) Hervormde Kerk Harkstede Orgel.jpg I 7 caixa, prospecto, 5 pontos; atualmente I/p/9 (10)
1696–97 Peize (Holanda) Hervormde Kerk Peize orgel.JPG II/P 22 caixa, prospecto, 4-6 pontos, mais antigos reutilizados
1697–98 Strückhausen (Alemanha) São Johannes Strückhausen Orgel 52417347.jpg II/p 12 caixa de Hauptwerk, 2 pontos; atualmente II/P/15
1697–98 Dedesdorf (Alemanha) São Lourenço Dedesdorf Orgel.jpg II/p 12 partes manuais da caixa, 10 pontos; atualmente II/P/18
1697–98 Golzwarden (Alemanha) São Bartolomeu Golzwarden Orgel 53882074.jpg II/P 20 caixa; atualmente II/P/22
1699 Nieuw-Scheemda (Holanda) Hervormde Kerk 4760090 Nieuw Scheemda Orgel.jpg I/p 8 caixa, 4-6 pontos
1696–99 Mensingeweer (Holanda) Hervormde Kerk 4871418 Mensingeweer Orgel.jpg I 9 caixa, prospecto, 6 pontos
1699 Ganderkesee (Alemanha) São Cipriano e São Cornélio St. Cyprian und Cornelius msu 6.jpg II/p 16 caixa, prospecto, 9 pontos; atualmente II/P/22
1700–01 Uithuizen (Holanda) Hervormde Kerk 20130617 Kerk Uithuizen orgel.jpg II/P 28 caixa, 19 pontos, 6 outros parciais
1701 Maia, Portugal Monastério da Igreja de São Salvador Moreia da Maia Salvador Orgel.jpg II 12 caixa, 11 pontos
1701 Mariana, Minas Gerais, (Brasil) Catedral da Sé Órgão trópia-LF.png II/p 18 caixa, prospecto, 14 ponos (completos ou parciais); provavelmente construído por Schnitger com coautoria de Heinrich Hullenkampf[4]
1699–1702 Clausthal-Zellerfeld (Alemanha) São Salvador Zellerfeld Salvatoris Orgel.jpg III/P 55 caixa; atualmente II/P/29
1700–02 Groningen (Holanda) Der Aa-kerk Groningen Aa-kerk Orgel (1).JPG III/P 32 caixa, prospecto, ca. 13 pontos, 10 reutilizados; atualmente, III/P/40
1702 Estebrügge (Alemanha) São Martinho Orgel Estebrügge.jpg II/P 34 caixa
1704 Eenum (Holanda) Hervormde Kerk 4795201 Eenum Orgel.jpg I 10 caixa, prospecto, 4-6 pontos; atualmente I/p/10
1704 Godlinze (Holanda) Hervormde Kerk 4795243 Godlinze Orgel.jpg II/p (?) 16 caixa, prospecto, 8-9 pontos; atualmente I/p/12
1705 Accum (Alemanha) São Willehad 8072706 Accum Orgel.jpg II/p 14 caixa
1707–08 Lenzen (Alemanha) Santa Catarina Lenzen Stadtkirche Orgel.jpg II/P 27 parte da caixa, 2-3 pontos
1707–08 Hamburgo-Ochsenwerder (D) São Pancrácio Spow orgelprospekt.jpg II/P 30 caixa, prospecto, 5-11 pontos; atualmente II/P/24
1709–10 Weener (Alemanha) São Jorge Weener Schnitger2.jpg II/p 22 caixa, 6 pontos; atualmente II/P/29
1710–11 Pellworm (Alemanha) Igreja Velha Pellworm alteKirche orgel MS P4140091a.JPG II/P 24 caixa, 11 pontos (completos e parciais)
1710–11 Sneek (Holanda) Gruta de Martinikerk 4784289 Sneek Orgel.jpg III/P 36 caixa, prospecto, 10 pontos (completos ou parciais)
1711 Ferwert (Holanda) Hervormde Kerk 4784380 Ferwert Orgel.jpg II/P 26 5 pontos
1710–13 Abbehausen (Alemanha) São Lourenço Abbehausen Orgel 52413843.jpg II/P 24 caixa, prospecto, 2 pontos
1714–16 Rendsburg (Alemanha) Christuskirche Rendsburg Christkirche Orgel.jpg II/P 29 caixa, 4 pontos; atualmente IV/P/51
1715–16 Faro, Portugal Sé Catedral de Faro FaroOrgueCathedrale-LF.JPG II 22 provavelmente construído por Schnitger com coautoria de Heinrich Hullenkampf[4]
1715–19 Itzehoe (Alemanha) São Lourenço Orgel der Laurentii-KIrche, Itzehoe DSC01657.JPG IV/P 43 caixa, prospecto; atualmente IV/P/58
1719–21 Zwolle (Holanda) Grande (Grote) ou Igreja de São Miguel (Michaëlskerk) Zwolle Sint-Michaëlskerk Schnitger Orgel.JPG IV/P 64 caixa, detalhes manuais de todas as partes; finalizado por seus irmãos Franz Caspar Schnitger e Johann Georg Schnitger

Referências

  1. a b c d e Homepage Organs of Arp Schnitger. Introduction 350 years Arp Schnitger, acesso em 16 de junho de 2010
  2. a b c d e f g h i Órgão da Sé. Arp Schnitger, acesso em 16 de junho de 2010
  3. Orgãos Portugal. O Órgão da Sé Catedral de Faro1, acesso em 16 de junho de 2010
  4. a b Soares, Calimerio; van Eck, Ton. Organ Tours of Brasil, acesso em 16 de junho de 2010


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Arp Schnitger