Arquidiocese de Dar-es-Salaam

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Arquidiocese de Dar-es-Salaam
Archidiœcesis Daressalaamensis
Localização
País Tanzânia
Dioceses sufragâneas Ifakara, Mahenge, Morogoro, Tanga, Zanzibar
Estatísticas
População 5 798 760
1 724 371 católicos (2 017)
Área 40 000 km²
Paróquias 109
Sacerdotes 285
Informação
Rito romano
Criação da diocese 16 de novembro de 1887
Elevação a arquidiocese 25 de março de 1953
Catedral Catedral de São José de Dar-es-Salaam
Governo da arquidiocese
Arcebispo Jude Thaddaeus Ruwa’ichi, O.F.M. Cap.
Bispo auxiliar Stephano Musomba, O.S.A.
Henry Mchamungu
Arcebispo emérito Polycarp Pengo
Jurisdição Arquidiocese Metropolitana
Outras informações
Página oficial dsmcatholic.tripod.com
dados em catholic-hierarchy.org

A Arquidiocese de Dar-es-Salaam (Archidiœcesis Daressalaamensis) é uma circunscrição eclesiástica da Igreja Católica situada em Dar-es-Salaam, Tanzânia. Seu atual arcebispo é Jude Thaddaeus Ruwa’ichi, O.F.M. Cap.. Sua é a Catedral de São José de Dar-es-Salaam.

Possui 109 paróquias servidas por 285 padres, abrangendo uma população de 5 798 760 habitantes, com 29,7% da dessa população jurisdicionada batizada (1 724 371 católicos).[1]

História[editar | editar código-fonte]

A prefeitura apostólica de Zanguebar Meridional foi erigida em 16 de novembro de 1887, recebendo o território do vicariato apostólico de Zanguebar (atual Arquidiocese de Nairóbi).

Em 15 de setembro de 1902 a prefeitura apostólica foi elevada a vicariato apostólico com o breve Romani Pontifices do Papa Leão XIII.[2]

Em 10 de agosto de 1906 assume o nome de vicariato apostólico de Dar-es-Salaam.[3]

Em 12 de novembro de 1913 e em 3 de março de 1922 cedeu partes do seu território para a ereção, respectivamente, das prefeituras apostólicas de Lindi (atual Arquidiocese de Songea) e de Iringa (hoje diocese).

Em 25 de março de 1953 o vicariato apostólico foi elevado à dignidade de arquidiocese metropolitana por força da bula Quemadmodum ad Nos do Papa Pio XII.[4]

Em 21 de abril de 1964 cedeu outra parte do território em vantagem da ereção da Diocese de Mahenge.

Em 9 de julho do mesmo ano por força do decreto Cum in territorio da Congregação de Propaganda Fide cedeu o distrito de Liwale para a diocese de Nachingwea (atual Diocese de Lindi).[5]

Recebeu a visita apostólica do Papa João Paulo II em setembro de 1990.[6]

Prelados[editar | editar código-fonte]

Nome Período Notas
Arcebispos
Jude Thaddaeus Ruwa’ichi, O.F.M. Cap. 2019 - Atual
Polycarp Cardeal Pengo 1992 - 2019 Arcebispo emérito
Laurean Cardeal Rugambwa 1968 - 1992
Edgard Aristide Maranta, O.F.M. Cap. 1953 - 1968
Arcebispos-coadjutores
Jude Thaddaeus Ruwa’ichi, O.F.M. Cap. 2018 - 2019
Polycarp Pengo 1990 - 1992
Bispos
Edgard Aristide Maranta, O.F.M. Cap. 1930 - 1953 Elevado à Arcebispo
Joseph Gabriel Zelger, O.F.M. Cap. 1923 - 1929
Thomas Spreiter, O.S.B. 1906 - 1920 Nomeado Vigário Apostólico de Natal
Cassian Spiß, O.S.B. 1902 - 1905
Bispos-auxiliares
Henry Mchamungu 2021 - Atual
Stephano Musomba, O.S.A. 2021 - Atual
Titus Joseph Mdoe 2013-2015 Nomeado Bispo de Mtwara
Eusebius Alfred Nzigilwa 2010-2020 Nomeado Bispo de Mpanda
Salutaris Melchior Libena 2010-2012 Nomeado Bispo de Ifakara
Method Kilaini 1999-2009 Nomeado Bispo auxiliar de Bukoba
Elias Mchonde 1956-1964 Nomeado Bispo de Mahenge
Prefeitos apostólicos
Maurus Hartmann, O.S.B. 1894 - 1902
Bonifatius Fleschutz, O.S.B. 1887 - 1891

Referências

  1. Dados de 2017
  2. Breve Romani Pontifices, in Analecta ecclesiastica, XII, 1904, p. 367 (em latim)
  3. Decreto de Propaganda Fide em: Acta pontificia et decreta SS. Romanorum Congregationum, V, 1907, p. 113.
  4. Bula Quemadmodum ad Nos, AAS 45 (1953), p. 705 (em latim)
  5. Decreto Cum in territorio, AAS 56 (1964), p. 769 (em latim)
  6. «Viagem Apostólica à Tanzânia, Burundi, Ruanda e Costa do Marfim (1 - 10 de setembro de 1990)» (em italiano) 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Arquidiocese de Dar-es-Salaam