Arquitetura rupestre

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lascaux2.jpg
Pintura das Grutas de Lascaux.
Série de artigos sobre
História da arquitetura

Arquitetura da Pré-História

Neolítica | Rupestre

Arquitetura antiga

Egípcia | Clássica | Grega | Romana

Arquitetura da Idade Média

Bizantina | Carolíngia | Otoniana | Românica | Gótica

Arquitetura do Renascimento
Maneirismo
Arquitetura barroca

Rococó | Neoclássica

Arquitetura do século XIX

Neogótico | Arts & crafts | Revivalista | Protomoderna | Eclética

Arquitetura moderna

Bauhaus | International style | Orgânica | Brutalista | Construtivista

Arquitetura pós-moderna

High-tech | Desconstrutivista | Regionalista crítica | Neomoderna


Por geografia

Europa | Islão | Oriental | Américas | África | Oceania

Por tipologia

Civil | Militar | Religiosa

A arquitetura rupestre corresponde ao modo pelo qual o homens das cavernas, neanderthal, cro-magnon, homo sapiens, homo erectus, homo habilis) faziam seus utensílios, vestiam-se, faziam seus abrigos e armamentos.

A arquitetura rupestre foi a primeira a surgir. Porém, só teve início quando o homem passou a ter o corpo ereto. Os materiais variavam muito. Tanto para fazer armas, construir e principalmente, pintar. Há evidências singulares que a necessidade de fazer situações serem gravadas cresceu conforme a inteligência do homem. Eles pintavam mais o interior das cavernas nas quais viviam, desenhos acerca de uma caça, do modo que viviam, como faziam as coisas que precisavam, e também do fogo. Os materiais eram muitos: clorofila, sangue de animais e deles próprios, escavações nas pedras e muito mais.

As casas geralmente eram de barro, paus, folhas (para o homo-sapiens), mas antes da sabedoria vir, eram cavernas iluminadas por fogo.

Ícone de esboço Este artigo sobre arquitetura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.