Arrefecimento gratuito

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde maio de 2015)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.

O arrefecimento gratuito ou free cooling consiste numa técnica que explora a existência de diferenças de temperatura entre ambientes (entalpia) para a produção de arrefecimento. Esta técnica é utilizada em alguns sistemas de aquecimento, ventilação e ar condicionado (AVAC), em aplicações industriais e em algumas outras aplicações específicas.

A designação original desta técnica é "free cooling", termo inglês que ocasionalmente também é traduzido como "arrefecimento livre" ou como "resfriamento gratuito".

Definição[editar | editar código-fonte]

Por arrefecimento gratuito entende-se um dispositivo que permita realizar essa técnica de arrefecimento, poupando-se energia e obtendo-se assim uma gratuitidade ou pelo menos uma redução significativa nos custos de climatização.

O termo normalmente é aplicado a sistemas térmicos que utilizam a temperatura do ar ambiente exterior para arrefecerem um elemento de refrigeração - líquido, sólido ou gasoso - sem o auxílio de máquinas frigoríficas ou de máquinas ativas que agilizem a permutação de calor como são o caso dos ventiladores.

Um exemplo da aplicação prática do arrefecimento gratuito poderá ser a de utilizar o ar exterior (quando mais fresco que o ar interior) fazendo-o passar através de uma serpentina onde circula um fluido de refrigeração, arrefecendo-o. Esse fluido será então arrefecido sem necessidade de o fazer passar por máquinas frigoríficas, poupando-se energia de um modo significativo.

Utilização[editar | editar código-fonte]

Os sistemas de arrefecimento gratuito são utilizados frequentemente em sistemas de AVAC ou em aplicações industriais, tanto para o arrefecimento do ambiente como de fluidos com utilizações específicas. Além disso, o arrefecimento gratuito é utilizado para arrefecimento interno de alguns aparelhos como computadores pessoais ou motocicletas.

Fontes de arrefecimento gratuito[editar | editar código-fonte]

Existem quatro fontes principais que podem ser utilizadas no arrefecimento gratuito:

  1. Água do mar a grandes profundidades;
  2. Ar fresco das grandes altitudes;
  3. Ar fresco noturno;
  4. Energia geotérmica subterrânea.

Vantagens e desvantagens[editar | editar código-fonte]

As principais vantagens do arrefecimento gratuito consistem em:

  • Nenhuma ou pouca necessidade de manutenção - geralmente, a manutenção limita-se à limpeza do radiador;
  • Tecnologia simples - tanto pelo número de requisitos particulares como pelas suas caraterísticas;
  • Nenhum consumo energético - não necessita de energia para funcionar;
  • Ligeireza - é um sistema mais leve que os correspondentes sistemas ativos.

O arrefecimento gratuito também apresenta algumas desvantagens, como:

  • Reduzida potência de dissipação - em relação aos sistemas ativos, a velocidade de dissipação é reduzida;
  • Eficácia vinculada às condições ambientais - a constância da dissipação depende completamente das caraterísticas do ambiente.

Referências[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]