Arroios (Vila Real)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
 Portugal Arroios  
—  Freguesia  —
Localização no concelho de Vila Real
Localização no concelho de Vila Real
Arroios está localizado em: Portugal Continental
Arroios
Localização de Arroios em Portugal
Coordenadas 41° 17' 34" N 7° 43' 17" O
País  Portugal
Concelho Vila Real brasão.gif Vila Real
 - Tipo Junta de freguesia
Área
 - Total 2,89 km²
População (2011)
 - Total 1 117
    • Densidade 386,5/km2 
Código postal 5000–(051,052,776) Vila Real
Orago São João Baptista
Sítio www.jf-arroios.pt

Arroios é uma freguesia portuguesa do concelho de Vila Real, de perfil semi-urbano,[1] com 2,89 km² de área[2] e 1 117 habitantes (2011[3] ). Das 20 freguesias do concelho resultantes da reorganização administrativa de 2012/2013,[4] é a de menor área, a 15.ª em população residente e a 4.ª em densidade populacional (386,5 hab/km²).

Inclui no seu território os seguintes lugares: Alto, Arroios, Cabana, Couto[5] , Ribaboa, Torneiros (sede) e Vilalva.

É uma das freguesias periurbanas de Vila Real, coexistindo zonas rurais esparsas com zonas indistintamente integradas no contínuo urbano da cidade (Bairro de Vilalva, que confronta com a freguesia urbana de Vila Real).

População da freguesia de Arroios (desde 1801)
1801

[6]

1849

[7]

1864

[8] [9]

1878

[10]

1890

[8] [11]

1900

[8] [12]

1911

[8] [13]

1920

[8] [14]

1930

[8] [15]

1940

[8] [16]

1950

[8] [17]

1960

[8]

1970

[18]

1981

[19]

1991

[20]

2001

[21]

2011

[3]

455 498 462 434[22] 528 591 783 654 720 852 655 737 679 682 739 955 1 117
Nota: a freguesia de Arroios sofreu perdas territoriais ao longo dos séculos XIX e XX.

História[editar | editar código-fonte]

Arroios recebeu foral de D. Afonso III (2 de Abril de 1258), juntamente com Vale de Nogueiras. Mais tarde esteve ligada à fundação de Vila Real, tendo D. Dinis ordenado a compra ou permuta de terrenos aí situados (Vilalva), que foram agregados ao termo da vila fundada em 1289. Incluía então no seu território lugares actualmente pertencente à freguesia de São Pedro: Bairro d’Além da Ponte de Santa Margarida, ou da Guia (passou para São Pedro em 1872[23] ), Araucária (passou para São Pedro em 1960).[24]

A história de Arroios está intimamente ligada a Mateus, sendo freguesias meeiras, isto é, partilhando entre si alguns lugares: os fiéis iam à missa uma semana a São João de Arroios e na seguinte a São Martinho de Mateus.

Tal como todas as demais terras pertencentes aos Marqueses de Vila Real, Arroios passou em 1641 para a posse da Coroa, quando o Marquês e o seu herdeiro foram executados sob acusação de conjura contra D. João IV. Em 1654, passou a integrar o património da recém-criada Sereníssima Casa do Infantado, situação que se manteve até à extinção desta, aquando das reformas do Liberalismo.

Património Cultural[editar | editar código-fonte]


Notas e Referências

  1. INE (1997) — "Tipologia Urbano/Rural (para fins estatísticos)".
  2. Instituto Geográfico Português, Carta Administrativa Oficial de Portugal (CAOP), versão 2013 (ficheiro Excel zipado)
  3. a b INE (2012) – "Censos 2011 (Dados Definitivos)", "Quadros de apuramento por freguesia" (tabelas anexas ao documento).
  4. Diário da República, Reorganização administrativa do território das freguesias, Lei n.º 11-A/2013, de 28 de janeiro, Anexo I.
  5. Não confundir com a aldeia homónima da freguesia de Adoufe e Vilarinho de Samardã.
  6. Luís Nuno Espinho da Silveira, coord. (2001) – "Os Recenseamentos da População Portuguesa de 1801 e 1849: Edição crítica, vol. I" (Censos 1801), p. 240 (ficheiro: p. 249).
  7. Luís Nuno Espinho da Silveira, coord. (2001) – idem, vol. III (Censos 1849), p. 787 (ficheiro: p. 132).
  8. a b c d e f g h i INE (1964) – "X Recenseamento Geral da População no Continente e Ilhas Adjacentes às 0 horas de 15 de Dezembro de 1960. Tomo I, volume I" (Censos 1960), p. 89 (ficheiro: p. 115).
  9. Estatística de Portugal (1868) – "População: Censo no 1.º de Janeiro 1864" (Censos 1864), p. 231 (ficheiro: p. 257).
  10. Estatística de Portugal (1881) – "População no 1.º de Janeiro 1878 (parte 2)" (Censos 1878), p. 330 (ficheiro: p. 142).
  11. Direcção da Estatística Geral e Comércio (1896) – "Censo da População do Reino de Portugal no 1.º de Dezembro de 1890. Volume I" (Censos 1890), p. 238 (ficheiro: p. 357).
  12. Direcção Geral da Estatística e dos Próprios Nacionais (1905) – "Censo da População do Reino de Portugal no 1.º de Dezembro de 1900 (Quarto recenseamento geral da população). Volume I" (Censos 1900), p. 246 (ficheiro: p. 256).
  13. Direcção Geral da Estatística (1913) – "Censo da População de Portugal no 1.º de Dezembro de 1911 (5.º Recenseamento Geral da População). Parte I" (Censos 1911), p. 228 (ficheiro: p. 267).
  14. Direcção Geral de Estatística (1923) – "Censo da População de Portugal no 1.º de Dezembro de 1920 (6.º Recenseamento Geral da População). Volume I" (Censos 1920), p. 176 (ficheiro: p. 227).
  15. Direcção Geral de Estatística (1933) – "Censo da População de Portugal no 1.º de Dezembro de 1930 (7.º Recenseamento Geral da População). Volume I" (Censos 1930), p. 188 (ficheiro: p. 190).
  16. INE (1945) – "VIII Recenseamento Geral da População no Continente e Ilhas Adjacentes em 12 de Dezembro de 1940. Volume XVIII: Distrito de Vila Real" (Censos 1940), p. 28 (ficheiro: p. 32).
  17. INE (1952) – "IX Recenseamento Geral da População no Continente e Ilhas Adjacentes em 15 de Dezembro de 1950. Tomo I" (Censos 1950), p. 238 (ficheiro: p. 240).
  18. INE (1975) – "11.º Recenseamento da População, 1.º Recenseamento da Habitação: População e Alojamento por lugares: distrito de Vila Real", p. 41. (Ficheiro: "11.º Recenseamento da População, 1.º Recenseamento da Habitação: continente e ilhas" (Censos 1970), p. 1025.)
  19. INE (1983) – "XII Recenseamento Geral da População, II Recenseamento Geral da Habitação: Resultados Definitivos: Distrito de Vila Real" (Censos 1981), p. 5 (ficheiro: p. 15).
  20. INE (1993) – "Censos 91: Resultados Definitivos – Região do Norte", p. 34 (ficheiro: p. 32).
  21. INE (2003) – "Censos 2001: Resultados definitivos: XIV Recenseamento Geral da População, IV Recenseamento Geral da Habitação: Norte", p. 27 (ficheiro: p. 130).
  22. Os Censos de 1960 (op. cit.) indicam um valor diferente para 1878: 464 habitantes.
  23. Os Censos de 1911 ainda listam um lugar da Guia na freguesia de Arroios, pelo que a transição do lugar para a freguesia de São Pedro não foi inicialmente total. "Censo da População de Portugal no 1.º de Dezembro de 1911 (5.º Recenseamento Geral da População). Parte VI", p. 337 (ficheiro: p. 343).
  24. Ribeiro Aires (2007) — História das Freguesias do Concelho de Vila Real. Vila Real: Maronesa. pp. 145 ss.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.