Art Paul

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde abril de 2018). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Art Paul
Nascimento 18 de janeiro de 1925
Chicago
Morte 28 de abril de 2018 (93 anos)
Lake View
Cidadania Estados Unidos
Alma mater Instituto de Tecnologia de Illinois, Escola do Instituto de Arte de Chicago
Ocupação designer gráfico
Causa da morte Pneumonia

Arthur (Art) Paul (Chicago, 18 de janeiro de 192528 de abril de 2018[1]) foi um designer gráfico estadunidense famoso por ser o criador do logotipo da revista Playboy, o conhecido coelho de gravata.

Além de diretor de arte e designer gráfico (em particular do logotipo do coelho de Playboy), Art Paul era um ilustrador, artista, curador, escritor e compositor. Houve um aumento de interesse recente sobre o passado e o presente de Art, com conversas, livros, exposições e um documentário feito sobre ele. Aos 91 anos, ele publicou seus desenhos e escritos em forma de livro.[2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Paul estudou no Instituto de Arte de Chicago (1940-1943) e no IIT Institute of Design (1946-1950). Trabalhou como designer frelance até que, em 1953, o fundador da Revista Playboy (editor Hugh Hefner) o contatou porque precisava de um logo para sua nova revista. Levou menos de uma hora para que Paul conseguisse desenvolver o famoso coelho com gravata. Projetou a primeira edição da revista e foi empregado por Hefner como primeiro diretor de arte da Playboy em 1954, posição que manteve por 30 anos.

Em 1986 foi eleito para o Hall da Fama do Clube dos Diretores de Arte de Nova Iorque.

Morreu em 28 de abril de 2018, aos 93 anos.

Referências

  1. Rick Kogan (28 de abril de 2018). «Playboy illustrator Art Paul, 93, and photographer Art Shay, 96, have died — both giants of 20th century Chicago». Chicago Tribune (em inglês). Consultado em 29 de abril de 2018 
  2. «Home». Arthur Paul. Consultado em 16 de setembro de 2016