Arte erótica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

A arte erótica é o termo que reúne qualquer manifestação artística destinada a evocar o erótico ou descreve cenas de sexualidade humana. Inclui pinturas, gravuras, desenhos, esculturas, fotos, músicas e literatura.

Conceito[editar | editar código-fonte]

Edward Lucie-Smith lista quatro característica para definir a arte erótica: hedonista, com sentimento de culpa, critica audaciosamente a sociedade e transgressiva por mera transgressão, Lucie-Smith enfatiza que "devem combinar ao menos dois desses quatro efeitos".[1]

Histórico[editar | editar código-fonte]

Entre os exemplos mais antigos sobreviventes da representações eróticas são pinturas rupestres paleolíticas e esculturas, mas muitas culturas têm criado arte erótica. Os gregos antigos pintou cenas sexuais em suas cerâmicas, muitos deles famosos por serem algumas das primeiras representações de relações do mesmo sexo e pederastia, e há inúmeras pinturas de sexo explícito nas paredes de edifícios romanos em ruínas em Pompeia. Os Moche do Peru são outros povos antigos que esculpiram cenas explícitas de sexo em sua cerâmica.[2]

Além disso, há uma longa tradição de pintura erótica nas culturas orientais, no Japão, por exemplo, o estilo shunga apareceu no século XIII e continuou a crescer em popularidade até ao final do século XIX, quando a fotografia foi inventada.[3]Da mesma forma, a arte erótica de China atingiu o seu pico popular durante a última parte do Dinastia Ming.[4] Em Índia, o famoso Kama Sutra é um antigo manual de sexo que ainda é popularmente lido todo o mundo.[5]


Galeria[editar | editar código-fonte]


Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Kerstin Mey. Art and Obscenity. I.B.Tauris; 2007. ISBN 978-1-84511-234-9. p. 14.
  2. Isabel Tang. Pornography: The Secret History of Civilization. Channel 4 Books; 1999. ISBN 978-0-7522-1792-5.
  3. «Shunga». Japanese art net and architecture users system. 2001. Consultado em 23 de agosto de 2006 
  4. Bertholet, L. C. P. (1997) "Dreams of Spring: Erotic Art in China," in: Bertholet Collection, Pepin Press, ISBN 90-5496-039-6.
  5. The Complete Kama Sutra: The First Unabridged Modern Translation of the Classic Indian Text. Inner Traditions / Bear & Co; 2011. ISBN 978-1-59477-796-7.