Arthur Friedheim

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde setembro de 2018). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Arthur Friedheim
Nascimento 26 de outubro de 1859
São Petersburgo
Morte 19 de outubro de 1932 (72 anos)
Nova Iorque
Cidadania Alemanha
Alma mater Universidade Estatal de São Petersburgo
Ocupação compositor, pianista, maestro

Arthur Friedheim (São Petersburgo, 1859Nova Iorque, 19 de outubro de 1932) foi um pianista russo.

Com 9 anos, apresentou-se pela primeira vez em público, tocando um concerto de John Field. Em seguida, tornou-se aluno de Carl Siecke, e finalmente, de Anton Rubinstein.

Estudou filosofia na Universidade de São Petersburgo. Após quatro anos de proveitosos estudos com Rubinstein, viajou para Weimar, onde encontrou Liszt. Discípulo fiel de Liszt, Friedheim dedicava seis a sete horas diárias ao estudo do piano. Liszt por várias vezes elogiou o jovem Friedheim, que em 1891 já havia mostrado talento como compositor, como ficou provado em seu Concerto n.º1 para piano e orquestra.

A obra seria apresentada na inauguração do Carnegie Hall, em 1891, o que nunca ocorreu, pois o regente da Filarmônica de Nova Iorque, Walter Damrosch, preferiu o Corcerto n.º 1 de Tchaikovsky. Decepcionado, Friedheim embarcou em uma turnê americana, onde brilhou como grande virtuose. Intelectual e inclinado à filosofia de Schopenhauer, mostrava-se por vezes um pouco pessimista. Seu repertório incluía composições de Ludwig van Beethoven, Frédéric Chopin, Balakirev e principalmente Franz Liszt.

Arthur Friedheim foi o autor de um livro sobre Liszt: 'Life and Liszt'.

Referências