Arthur Machen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Arthur Machen
Nascimento 3 de março de 1863
Caerleon
Morte 15 de dezembro de 1947 (84 anos)
Londres
Cidadania Reino Unido, País de Gales
Ocupação tradutor, romancista, escritor, crítico literário
Assinatura
Arthur Machen signature.jpg

Arthur Machen (Caerleon, 3 de março de 1863Londres, 15 de dezembro de 1947) foi um escritor e jornalista galês, famoso pelos seus contos e novelas de terror e fantasia, além de ter sido ator durante um certo tempo.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nasceu em 1863 no país de Gales, em Caerlson-Usk. Instalou-se em Londres, ainda jovem, onde foi caixeiro de livraria durante alguns meses, passando a ser preceptor. Posteriormente, começou a escrever em total penúria material e cansaço. Durante um longo período viveu de traduções. Ainda sem reconhecimento, continuou a sua obra com um sentimento crescente de que "um imenso golfo espiritual o separava dos outros homens" e que vivia como um "Robinson Crusoé da alma".

As suas primeiras narrativas fantásticas foram publicadas em 1895 (The Great God Pan e The Inmost Light).

Um fato curioso era que ele, junto com W. B. Yeats e Aleister Crowley, era membro da "Ordem Hermética da Aurora Dourada", a malfada sociedade de magia do século 20.

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) escritor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.