Arthur Schawlow

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Arthur Schawlow Medalha Nobel
Espectroscopia laser
Nascimento 5 de maio de 1921
Mount Vernon
Morte 28 de abril de 1999 (77 anos)
Palo Alto
Nacionalidade Estadunidense
Cidadania Estados Unidos
Alma mater Universidade de Toronto
Ocupação físico, professor universitário, inventor
Prêmios Medalha e Prêmio Young (1963), Medalha Frederic Ives (1976), Prêmio Marconi (1977), Nobel prize medal.svg Nobel de Física (1981), Medalha Nacional de Ciências (1991), National Inventors Hall of Fame (1996)
Empregador Universidade Columbia
Orientador(es) Malcolm Crawford
Instituições Bell Labs, Universidade Columbia, Universidade Stanford
Campo(s) Física

Arthur Leonard Schawlow (Mount Vernon, 5 de maio de 1921Palo Alto, 28 de abril de 1999) foi um físico estadunidense.

É principalmente relembrado, a par de Charles Townes, por idealizar o maser, e mais tarde, a sua deslocação para comprimentos de onda óticos (i.e., o laser), cuja implementação estaria a cargo de Theodore Maiman. Recebeu o Nobel de Física de 1981, juntamente com Bloembergen e Siegbahn, pelas suas "contribuições para espetroscopia eletrónica de alta resolução"[1], precisamente com o auxílio de lasers.

Referências

  1. «The Nobel Prize in Physics 1981». NobelPrize.org (em inglês). Consultado em 17 de dezembro de 2018 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
James Watson Cronin e Val Logsdon Fitch
Nobel de Física
1981
com Nicolaas Bloembergen e Kai Siegbahn
Sucedido por
Kenneth Wilson


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) físico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.