Artilharia de foguetes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Lançadores de foguete WM-80 MRL.

A artilharia de foguetes é um ramo da artilharia de campanha dos exércitos que tem como missão apoiar as forças de manobra (infantaria, cavalaria e carros de combate) pelo fogo, destruindo, neutralizando ou suprimindo os elementos inimigos terrestres que as ameacem. Utiliza como munição foguetes, que são disparados a partir de lançadoras específicas.

Um caça F-84 lançando seus foguetes.

No Brasil, existe o lançador múltiplo de foguetes ASTROS II, que é utilizado pelo Exército Brasileiro. Utilizam-se os foguetes SS-30, SS-40 e SS-60, com alcances de 30, 40 e 60 km respectivamente. A unidade que emprega esse material é o 6º Grupo de Mísseis e Foguetes, situado em Formosa, Goiás.

A principal diferença entre foguetes e mísseis na Artilharia é que esses últimos podem sofrer alterações em sua trajetória após o disparo. O Projeto ASTROS 2020,[1] atualmente em curso no Exército Brasileiro, prevê o desenvolvimento de um míssil com alcance de 300 km, além da modernização do sistema de lançamento de foguetes. As novas viaturas do sistema foram entregues recentemente à Força Terrestre Brasileira.[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Projeto ASTROS 2020». Consultado em 14 de novembro de 2014 
  2. «Revista Defesa Aérea e Naval». Consultado em 14 de novembro de 2014 
Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.